Busca avançada
Ano de início
Entree

Geoquímica, termobarometria e geocronologia do Grupo Araxá na região sudeste do estado de Goiás

Resumo

As publicações existentes até o momento atestam que grande parte dos metassedimentos (Grupo Araxá) da Faixa Brasília carece em muitas áreas, em especial na área enfocada por este projeto, de estudos mais aprofundados que envolvam: detalhamento de campo, estudo da natureza química das rochas que os compõem, análises químicas de minerais e rocha total, estudos isotópicos e geocronológicos, entre outros. A compreensão destes dados pode esclarecer a origem destas rochas e o seu real significado geológico. As rochas metassedimentares do Grupo Araxá que ocorrem na região selecionada para o estudo ainda não foram enfocadas, quanto a temática e detalhe pretendido. Os trabalhos mais recentes envolvem levantamentos regionais e não abordaram estudos detalhados como geocronologia, geoquímica e termobarometria. Dentro do quadro exposto acima, propõem-se através da caracterização petrográfica, geoquímica, termobarométrica e geocronológica dos metassedimentos, na região de Morrinhos, Piracanjuba e Caldas Novas, determinar as características geoquímicas e isotópicas (U-Pb e Sm-Nd) dos metassedimentos, possibilitando identificar a fonte e a idade do protólito(s) que deram origem a esses metassedimentos e a evolução termobarométrica (trajetória P-T) e geocronológica do metamorfismo a qual essas rochas foram subtidas. Com isso, este estudo pretende contribuir para o entendimento e evolução da Faixa Brasília. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)