Busca avançada
Ano de início
Entree

Consolidação direta de pós de hidreto de titânio

Resumo

A metalurgia do pó (M/P) é uma alternativa favorável para produção de componentes de titânio por permitir a obtenção de peças com dimensões próximas ao formato final, homogeneidade microestrutural e porosidade controlada. Das rotas de processo existentes para a obtenção de componentes por M/P, a consolidação direta utilizando pós de hidreto de titânio (TiH2) é uma alternativa economicamente vantajosa e ambientalmente sustentável, justamente por realizar a desidrogenação dos pós simultaneamente à sinterização. Além disso, a saída do hidrogênio favorece a densificação e a formação de porosidade mais fina e melhor distribuída.A Divisão de Materiais (AMR), pertencente ao Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) possui um grupo de pesquisas com forte atuação na área de metalurgia do pó (M/P) de titânio. Desde o início de suas atividades em 1999, o enfoque das pesquisas realizadas pelo grupo é voltado ao estudo de ligas a partir da sinterização direta de pós de TiH2 para aplicações nas áreas aeroespacial e de implantes. Com os avanços conquistados ao longo dos anos, ultimamente o grupo tem buscado adequar seus processos aos moldes do que se pratica na indústria de M/P, em particular na indústria de sinterizados a base de pós de ferro. A intenção é direcionar o conhecimento adquirido no sentido do desenvolvimento de um processo que possibilite a fabricação em série de componentes a partir de pós de TiH2. Nesse contexto, este projeto se apresenta com o objetivo específico de estudar a consolidação direta de componentes de titânio a partir de um processo press and sintering utilizando pós de TiH2 produzidos no DCTA. Para isso, estão previstos, desde o controle das características dos pós (faixa granulométrica, teores de intersticiais, escoabilidade), passando por ensaios de compactação, até a sinterização e caracterização das amostras produzidas (densificação, retração dimensional e evolução microestrutural). Atualmente, parte da infraestrutura para a realização do trabalho já se encontra disponível na AMR. A presente proposta busca o investimento em alguns equipamentos e materiais para o desenvolvimento de pesquisa na área de materiais de titânio, os quais são reconhecidamente considerados como de alta importância econômica, científica e tecnológica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)