Busca avançada
Ano de início
Entree

Diagnóstico e aplicação dos biomarcadores de injúria renal aguda no perioperatório de transplante hepático

Resumo

A injúria renal aguda (IRA); é uma complicação comum dos pacientes submetidos ao transplante hepático, com uma incidência alta de IRA que varia de 17 a 95% no pós-operatório de transplante hepático. Apesar desta assertiva a temporização e definição de IRA têm sido imprecisa e inconsistente, usualmente baseado na creatinina. Objetivo: 1. Avaliar o padrão de elevação dos biomarcadores de lesão renal no sangue e urina, em cada período da coleta: pré-operatório antes da indução anestésica (1), após a reperfusão portal (2), 3 horas após a cirurgia (3), 18 horas após a cirurgia (4), 24 (5) e 48 horas depois da cirurgia (6) em relação à creatinina 2. Avaliar a incidência e a evolução dos pacientes que apresentaram elevação dos níveis de creatinina plasmática e injúria renal aguda pelo critério KDIGO. 3. Avaliar a incidência e a evolução dos pacientes que apresentam biomarcadores positivos sem elevação dos níveis de creatinina plasmática: Biomarcador positivo (BM+) e creatinina negativa (Cr-); em relação aos outros grupos (BM+/Cr+; BM-/Cr-; BM-/Cr+).4. Avaliar o diagnóstico de IRA baseado nos novos biomarcadores de lesão renal (baseado em dados da literatura) e comparar ao padrão utilizado atualmente, a elevação de creatinina (KDIGO)5. Determinar as características bioquímicas e padrão microscópico dos pacientes com BM+/Cr- e BM+/Cr+; BM-/Cr-; BM-/Cr+.6. Avaliar a mortalidade e sua relação com: dados do doador, as escalas de MELD, SAPS, SOFA, creatinina e biomarcador de lesão renal na urina. Metodologia: Trata-se de um estudo de coorte, observacional e prospectivo. Os critérios de inclusão são: assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido, idade maior 18 anos, pacientes no pré-operatório de transplante hepático, onde será avaliada a microscopia, bioquímica urinária e biomarcadores urinário precoce de IRA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LAFAVERS, KAICE A.; MACEDO, ETIENNE; GARIMELLA, PRANAV S.; LIMA, CAMILA; KHAN, SHEHNAZ; MYSLINSKI, JERED; MCCLINTICK, JEANETTE; WITZMANN, FRANK A.; WINFREE, SETH; PHILLIPS, CARRIE L.; et al. Circulating uromodulin inhibits systemic oxidative stress by inactivating the TRPM2 channel. Science Translational Medicine, v. 11, n. 512, . (13/12710-2)
LIMA, CAMILA; DE PAIVA HADDAD, LUCIANA BERTOCCO; VAZ DE MELO, PATRICIA DONADO; MALBOUISSON, LUIZ MARCELO; FREITAS DO CARMO, LILIAN PIRES; CARNEIRO D'ALBUQUERQUE, LUIZ AUGUSTO; MACEDO, ETIENNE. Early detection of acute kidney injury in the perioperative period of liver transplant with neutrophil gelatinase-associated lipocalin. BMC Nephrology, v. 20, n. 1, . (13/12710-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.