Busca avançada
Ano de início
Entree

A myosin-Va tail fragment sequesters dynein light chains leading to apoptosis in melanoma cells

Processo: 13/15240-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Enilza Maria Espreafico
Beneficiário:Enilza Maria Espreafico
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Anoikis  Apoptose  Neoplasias cutâneas  Melanoma  Miosina tipo V  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:anoikis | apoptose | Bmf | cadeia leve de dineína | câncer | miosina-V | Apoptose / Cancer

Resumo

Um fragmento da cauda da miosina-Va sequestra cadeias leves de dineina levando a apoptose em células de melanoma" TC Izidoro-Toledo1,8, AC Borges1,8, DD Araujo1,2,3, DPS Leitao Mazzi1, FO Nascimento Junior1, JF Sousa1,4, CP Alves1, APB Paiva1, DM Trindade1,5, EV Patussi1,6, PM Peixoto7, KW Kinnally7 and EM Espreafico*,1Estudos prévios propuseram que a miosina-V regula apoptose sequestrando Bmf pro-apoptótica ao citoesqueleto de actina através da cadeia leve de dineina-2 (DLC2). Perda de adesão ou outras perturbações do citoesqueleto dissociariam Bmf, permitindo que ela se ligue e iniba proteínas Bcl2 pró sobrevivência Bcl2. Aqui, nós demonstramos que superexpressão de um fragmento da cauda medial da miosin-Va (MVaf)possuindo o sítio de ligação para DLC2 diminui dramaticamente a viabilidade de células de melanoma. Alterações morfológicas e moleculares, incluindo blebbing da superfície celular, permeabilização da membrana mitocondrial externa, liberação de citocromo-c e Smac, assim como ativação de caspase-9/-3 e fragmentação do DNA, indicaram que as células de melanoma morrem por apoptose. MVaf imobilizada interage diretament com DLCs, mas MVaf/DLCs complexadas não interagem com Bmf. Superexpressão de DLC2 atenuou a apoptose induzida por MVaf. Portant, nós sugerimos que MVaf induz apoptose por sequestrar DLC2 e DLC1, dessa forma desenlaçando o par de sensibilizador e ativador de apoptose, as proteínas BH3-only Bmf e Bim. Fibroblastos murinos embrionários (MEFs) nulos para Bim e Bmf ou Bax e Bak foram menos sensíveis à apoptose causada por expressão de MVaf que MEFs selvagens, reforçando o papel postulado da via intrínseca nessa resposta. Finalmente, expressão do MVaf atenuou o crescimento de tumores sólidos de células B16-F10 em camundongo, sugerindo que esse peptídeo pode ser útil como uma ferramenta indutora de apoptose para estudos básicos e "translacionais". Traduzido de: Cell Death and Disease (2013) 4, e547; doi:10.1038/cddis.2013.45; published online 21 March 2013 Subject Category: Cancer (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)