Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do levonorgestrel em concentrações similares aos níveis plasmáticos após AE sobre a fosforilação de tirosina em espermatozóides humanos não-capacitados

Resumo

Será avaliado o efeito de 3 concentrações de Levonorgestrel (1ng/ml, 10ng/ml e 100ng/ml) sobre a fosforilação de tirosina de proteínas de espermatozóides humanos in vitro, para verificar se ocorre diminuição desse processo em presença do progestogênio. Serão examinadas doze amostras de sêmen provenientes de 3 voluntários férteis e saudáveis (4 amostras de sêmen cada um). Após a seleção espermática por gradiente descontinuo de Percoll, cada amostra de sêmen será dividida em 4 alíquotas às quais será adicionado LNG (1ng/ml, 10ng/ml e 100 ng/ml) ou HTF. Os 4 tubos serão então incubados por 3 horas a 37ºC com atmosfera de 5% de CO2 . Após a incubação, a taxa de Fosforilação de Tirosina será determinada por Eletroforese e Western Blotting. As bandas reativas serão reveladas por quimioluminescência. Será feita análise de variância (ANOVA) para avaliar as diferenças entre cada um dos tubos. Também será realizada análise não paramétrica de Wilcoxon em cada amostra de sêmen dos 4 tubos, para saber se a adição do Levonorgestrel teve algum efeito estatisticamente significativo quando comparado com o controle (HTF-BSA) Nos tratamentos em que for verificada a ausência de fosforilação, será comprovada a hipótese de que o bloqueio da fosforilação de tirosina pode ser um meio de ação do levonorgestrel em anticoncepção de emergência. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)