Busca avançada
Ano de início
Entree

Gênero, sexo, sexualidade e adolescência: reconstrução de conhecimento na interface entre o lúdico e a expressão livre

Resumo

No Brasil, o protagonismo juvenil e as questões que envolvem a sexualidade têm sido foco de inúmeras investigações e de reformulação de políticas públicas, tendo como um de seus objetivos a redução dos agravos à saúde de adolescentes e jovens no campo sexual e reprodutivo. Embora, a partir de 1996, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional tenha determinado que as instituições de ensino tenham por função a orientação sexual como um tema transversal no ensino fundamental e médio, na prática esse processo tem se revelado de difícil implementação. Conteúdos explorados de forma vertical e normativa, sob a perspectiva do paradigma médico-higienista, sem uma vinculação ao contexto de vida dos adolescentes são apontados como alguns dos responsáveis por tais limitações. A proposta de investigação que se apresenta é a de produzir conhecimento sobre metodologias ativas de aprendizagem em interface com o lúdico, de modo a possibilitar a abordagem de temas sobre gênero, sexo e sexualidade na adolescência, sem a exigência e a formalidade das ações educativas tradicionais. Objetivo Geral: Produzir conhecimento sobre tecnologia educativa, dialogada com o lúdico, como forma de favorecer a expressão livre, o posicionamento crítico-reflexivo, a autonomia e o protagonismo dos adolescentes no campo afetivo-sexual e reprodutivo. Objetivos Específicos: Conceituar tecnologias ativas, o lúdico e a educação como um sistema de transformação para o favorecimento da autonomia e do protagonismo juvenil; Investigar recursos lúdicos que subsidiem o desenvolvimento de metodologias ativas de aprendizagem inerentes ao contexto de vida dos adolescentes; Coletar situações do cotidiano dos adolescentes que envolvam os temas sexo, sexualidade, relações de gênero e suas interseções com classe social e geração, para subsidiar a composição de um jogo; Produzir tecnologia educativa no formato de jogo online; Analisar a tecnologia produzida quanto à publicabilidade, fruição, descontração, aplicabilidade, ludicidade, limites e possibilidades para a livre expressão, a autonomia e o protagonismo dos adolescentes no campo afetivo-sexual e reprodutivo. Metodologia: Estudo exploratório e descritivo - de caráter extensivo e compreensivo - do tipo estudo de caso, em que se pretende produzir conhecimento sobre tecnologia educativa, dialogada com o lúdico, no formato de jogo on line, por meio de uma adaptação dos jogos "Cara a Cara" da Estrela e "The Sims" da EA Games e Roling Playing Game (RPG), direcionados para adolescentes de 14 a 18 anos. Os sujeitos da pesquisa serão adolescentes e profissionais de saúde vinculados a escolas públicas e unidades básicas de saúde de São Paulo e Belo Horizonte. Os instrumentos de coleta serão dois questionários um para a caracterização do perfil dos jogadores e outro para a identificação da fruição, da descontração e da aplicabilidade do jogo entre os adolescentes. Será também utilizada a técnica de grupo focal com o intuito de se investigar a aplicabilidade, ludicidade, limites e potencialidades do jogo com especialistas na área da sexualidade e em jogos para adolescentes - educadores, docentes, pesquisadores e profissionais de designer de jogos eletrônicos. Os dados coletados, a partir dos questionários (1 e 2) serão codificados e analisados tendo por instrumento o programa EpiInfo 6.04. O material correspondente ao grupo focal será analisado pela técnica de análise de conteúdo. Espera-se com isto contribuir para a produção de um saber interventivo que mobilize os jovens e os profissionais de saúde e educação para enfrentamento dos problemas relacionados à sexualidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUEDES DE OLIVEIRA, REBECA NUNES; GODOY SERPA DA FONSECA, ROSA MARIA. Health needs: the interface between the discourse of health professionals and victimized women. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 23, n. 2, p. 299-306, MAR-APR 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.