Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação e construção de indicadores para o monitoramento da implantação do Programa Saúde da Família no município de São Paulo

Resumo

A pesquisa tem como objetivo a construção de indicadores para o monitoramento contínuo da implantação do PSF no município (estando prevista a implantação de 1000 equipes nos próximos 4 anos) a partir da análise de experiências já desenvolvidas em 4 áreas geográficas sob responsabilidade do governo estadual (PSF e Projeto Qualis, Projeto Qualidade Integral em Saúde). Essas experiências, apesar de comungarem diretrizes e princípios comuns, possuem especificidades na sua implantação. Daí a importância de se partir da análise dessas realidades para avaliar o seu impacto nas populações cobertas, tanto do ponto de vista dos indicadores de saúde e de consumo de serviços de saúde, como das demandas e representação dos usuários sobre os serviços prestados, tendo como contraste populações contíguas não atingidas pelos programas. A definição das experiências a serem estudadas fará parte do programa referente a Fase I. Tanto a análise quanto a construção dos indicadores terão por base metodologia de pesquisa que articulará dados quantitativos (de fontes primárias e secundárias) com dados qualitativos, o que implicará a utilização dos seguintes instrumentos de pesquisa: análise do material já existente e de bancos de dados disponíveis (Fundação Seade, IBGE, banco de dados da prefeitura, dentre outros); survey aplicado às populações vivendo nos territórios de abrangência dos programas e em territórios semelhantes contíguos; entrevistas com profissionais de saúde envolvidos e lideranças locais; entrevistas em profundidade com membros da comunidade e observação local sobre as redes de sociabilidade. Com esse tipo de avaliação da implantação e do impacto do PSF tem-se por objetivo auxiliar o governo local não só na formulação e no monitoramento da implantação do programa, como na criação de mecanismos concretos para que a prática de avaliação, através da metodologia desenvolvida, seja incorporada à prática cotidiana dos gestores e profissionais de saúde como também das comunidades envolvidas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)