Busca avançada
Ano de início
Entree

II Ciclo de Debates Terapia Ocupacional Social: prática, ensino e pesquisa Brasil-França

Resumo

A presença da Professora Doutora Ana Cláudia Rodrigues Marques em São Paulo é essencial para a realização do "II Ciclo de Debates Terapia Ocupacional Social: prática, ensino e pesquisa Brasil-França" em dois objetivos complementares: constituição de grupo de pesquisa e de cooperação no campo do ensino. Trata-se de encontro orientado para a elaboração de projeto de pesquisa e de programa de cooperação (professores e estudantes) entre a USP, a UFSCar e Ecole d'Ergothérapie de l'Association pour le Développement l'Enseignement (ADERE) - Paris, França. ADERE é uma instituição de ensino francesa filiada à World Federation of Occupational Therapy com a qual temos dialogado no sentido de desenvolver programa de ensino e pesquisa comuns no campo da terapia ocupacional social. Estarão presentes, com financiamento francês, Frédéric Morestin, coordenador do Département de Recherche et Formation Continue e Benoit Curnillon da ADERE. Este será o segundo encontro e dará continuidade aos entendimentos iniciados em Paris durante o "I Ciclo de Debates Terapia Ocupacional Social: prática, ensino e pesquisa Brasil-França", quando se reuniram a representante brasileira Profa. Dra. Denise Dias Barros e Ana Marques e Frédéric Morestin, entre outros representantes da ADERE. Na ocasião decidiu-se pela realização do encontro em São Paulo e a participação de pesquisadores em terapia ocupacional social nas Journées Européennes et Francophones d'Ergothérapie que ocorrerá em maio de 2011 em Paris. As pesquisas em elaboração voltam-se para questões vinculadas à exclusão no campo da ação em terapia ocupacional social, notadamente, para processos de ruptura de redes sociais na França (Paris) e no Brasil (São Paulo - São Carlos). O foco central são as redes de relações que se tecem a partir da situação de rua e de contextos comunitários ou territoriais de jovens e adultos (segmentos que apresentam especificidade e que escapam reiteradamente aos programas institucionais de escolas, serviços assistenciais ou equipamentos de saúde). Propõe-se, assim, apreender a vida dessas pessoas a partir de organização civil, de atividades culturais e religiosas e, também, dos movimentos sociais urbanos. Cabe ressaltar a importância desta cooperação para o Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional, único no Brasil iniciado em 2010. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)