Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis e tipos de fibra dietética para suínos pesados em programa de restrição alimentar qualitativa

Processo: 12/10206-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Maria Cristina Thomaz
Beneficiário:Maria Cristina Thomaz
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Luciano Hauschild
Assunto(s):Fibras na dieta  Pectinas  Celulose  Suínos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:celulose | fibra insolúvel | Fibra solúvel | pectina | Nutrição de monogástricos

Resumo

Objetiva-se com este projeto avaliar dietas com níveis crescentes de fibras, solúvel ou insolúvel, na alimentação de suínos na fase de terminação, em programa de restrição alimentar qualitativa. Serão utilizados 63 suínos com 80 kg de peso vivo, que receberão dietas compostas principalmente por milho e farelo de soja, com adição de celulose purificada para apresentarem 20, 25 e 30% de fibra dietética insolúvel ou com adição de pectina para atingirem os teores de 5, 10 e 15% de fibra solúvel, totalizando 7 dietas experimentais. Serão avaliados os seguintes parâmetros: desempenho zootécnico, produção e características das fezes, das carcaças, da carne e os pesos dos órgãos do sistema digestório dos animais, assim como as digestibilidades das dietas e as taxas de passagem das digestas. Será utilizado o delineamento em blocos ao acaso, em função do peso vivo inicial dos animais, com sete tratamentos e 9 repetições. Posteriormente será realizada a biodigestão anaeróbia das fezes dos suínos, serão determinados a produção de biogás, de metano, os potenciais de produção de biogás e de metano, assim como as reduções nos teores de sólidos totais (ST)e voláteis (SV), adotando-se o delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos e três repetições. Os dados serão submetidos à análise de variância, utilizando-se o procedimento GLM (General Linear Models) do programa estatístico SAS (SAS 9.1, SAS Institute, Cary, NC, USA) e a comparação de médias será feita pelo teste SNK (5%). A normalidade dos erros será testada pelo método de Cramer-von Misses e a homogeneidade de variância pelo teste de Levene. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)