Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da resposta celular e humoral à vacinação contra o vírus da Influenza em receptores de transplantes. estudo colaborativo

Resumo

Influenza pode causar grande morbidade e mortalidade em receptores de transplante. Seu dano é mais bem conhecido em receptores de transplante de células tronco-hematopoiéticas (TCTH) e de pulmão. Nas últimas décadas, taxas de incidência variando de 9% a 47% foram relatadas em receptores de TCTH, de 3 a 4% em receptores de Tx de pulmão e menor incidência em Tx de fígado ou rim (0,4%). Embora as taxas de sororesposta ou de soroproteção alcançadas com a vacinação sejam baixas, a vacina inativada de influenza é recomendada anualmente para esse grupo de pacientes. Pouco se conhece sobra a resposta imune celular à vacina de influenza. Ao contrário do estabelecido para a imunidade humoral, não existe uma definição de imunidade celular protetora contra influenza, especialmente em hospedeiros imunocomprometidos. O presente estudo visa determinar a resposta humoral e celular à vacinação contra influenza em 3 grupos distintos de receptores de transplantes, bem como a ocorrência de infecção pelo vírus da influenza entre os vacinados. Desta forma, esperamos adquirir uma melhor compreensão dos marcadores de proteção contra influenza em hospedeiros imunocomprometidos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)