Busca avançada
Ano de início
Entree

Conectividade genética de Copaifera langsdorffii Desf. em pequenos fragmentos florestais na região de Sorocaba - SP, Brasil

Processo: 12/01274-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Karina Martins
Beneficiário:Karina Martins
Instituição Sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):13/50119-4 - Ecological and genetic processes that affect Copaifera langsdorffii remnant populations in the Atlantic Forest, AP.R
Bolsa(s) vinculada(s):13/25516-0 - Treinamento em análises genéticas com marcadores microssatélites., BP.TT
12/15520-7 - Treinamento em técnicas de mapeamento de árvores em populações naturais, BP.TT
Assunto(s):Ecologia de populações  Fabaceae  Diversidade genética  Fragmentos florestais  Copaifera langsdorffii 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Copaíba | Diversidade Genética | Florescimento | Fluxo gênico | fragmentação florestal | regeneração | Ecologia de Populações

Resumo

Copaifera langsdorffii Desf. (Fabaceae, Caesalpinioideae) é uma espécie arbórea tropical amplamente distribuída nas florestas do Brasil. No estado de São Paulo a maioria das populações encontra-se fragmentada. As flores são polinizadas por abelhas e o número de árvores que florescem em cada estação reprodutiva é variável. Estudos recentes têm mostrado que a distância de dispersão de pólen é limitada em populações isoladas, mas uma avaliação dos padrões de fluxo gênico via pólen em um conjunto de populações próximas nunca foi feita. Nós propomos um estudo pioneiro para avaliar o fluxo gênico contemporâneo via pólen entre populações fragmentadas dessa espécie em fragmentos situados em uma área com raio de 2 km. Será testada a hipótese de que há conectividade apenas entre os fragmentos mais próximos, i.e., o fluxo de pólen em longas distâncias é limitado. Para responder a essa hipótese e avaliar o estado de conservação das populações fragmentadas nós usaremos uma combinação de métodos ecológicos (coleta de dados fenológicos e estrutura populacional) e métodos de biologia molecular (marcadores microssatélites). Um aspecto inovador desse estudo é o registro das árvores que floresceram no ano que antecederá a coleta de sementes para a análise do fluxo de pólen, o que permitirá a definição acurada dos potenciais doadores de pólen nas análises de fluxo gênico. O atingimento desses objetivos de curto prazo facilitará o alcance dos objetivos de médio/longo prazo do entendimento completo dos processos populacionais ecológicos e genéticos afetados pela fragmentação florestal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTINS, KARINA; KIMURA, RENATO KENJI; FRANCISCONI, ANA FLAVIA; GEZAN, SALVADOR; KAINER, KAREN; CHRISTIANINI, ALEXANDER V.. The role of very small fragments in conserving genetic diversity of a common tree in a hyper fragmented Brazilian Atlantic forest landscape. CONSERVATION GENETICS, v. 17, n. 3, p. 509-520, . (13/50119-4, 12/20363-8, 12/01274-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.