Busca avançada
Ano de início
Entree

Atuação da quitosana como adsorvente de íons cobre em presença da proteína beta-amiloide ou equivalente

Processo: 11/23903-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Marisa Masumi Beppu
Beneficiário:Marisa Masumi Beppu
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer  Peptídeos beta-amiloides  Quitosana  Histidina  Cobre 

Resumo

A doença de Alzheimer (DA) é uma doença degenerativa progressiva do cérebro, cada vez mais frequente na população. Uma das causas da iniciação da doença está na ligação anômala que ocorre entre a proteína beta-amilóide e o íon metálico cobre, levando à formação de um agregado insolúvel beta-amilóide-Cu. Com o envelhecimento, há também um aumento na produção de radicais livres de íons metálicos que são considerados potencializadores da doença. Segundo uma vertente da farmacologia, agentes quelantes poderiam, em princípio, ser usados no tratamento da intoxicação com metais pesados. Nesta linha, biopolímeros que possuem ação quelante, tais como a quitosana, poderiam também ser de valia para o tratamento da DA, devido à sua biocompatibilidade, ou seja, geralmente não causam problemas de rejeição sendo incorporados naturalmente aos tecidos corporais. A quitosana é também hidrofílica, atóxica, biodegradável e altamente versátil, permitindo mudar facilmente suas propriedades físicas e químicas, além de possuir uma excelente capacidade de remoção de íons metálicos. O objetivo do presente trabalho será estudar a ação quelante da quitosana, atuando na remoção dos íons cobre, na presença de beta-amilóide ou de um composto equivalente que apresente histidinas (conhecidos como os responsáveis pela ligação com o íon cobre). Espera-se, com esta informação, consolidar conhecimento na área do equilíbrio destas espécies em meio aquoso, visando contribuir nas estratégias para atenuação da DA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)