Busca avançada
Ano de início
Entree

Conflitos entre elefantes e seres humanos no Kruger National Park (KNP) África do Sul: subsídios para uma comparação com conflitos sociais em unidades de convervação brasileiras

Resumo

Os parques estão por todo o mundo e fazem parte da própria expansão internacional do movimento ambientalista. Essa proliferação, contudo, significou a atribuição de cores locais para essa categoria de manejo, que, dentre outras categorias de manejo, circunscreve espaços que passam a ser destinados à conservação in situ da biodiversidade. Sendo assim, propõe-se aqui o estudo do Kruger National Park, situado na fronteira leste da África do Sul. O enfoque central do projeto centrar-se-á no conflito dos elefantes africanos com os grupos locais, e, especialmente, no papel de cientistas, técnicos governamentais e não governamentais na mediação de tais conflitos. Através da análise desse conflito específico, buscar-se-á uma comparação com o papel que o mesmo tipo de mediadores tem, no Brasil, nos conflitos com os grandes felinos e as unidades de conservação em geral, que restringem o uso e/ou o acesso a determinados recursos e espaços. Desse modo, será possível captar as particularidades dos modelos de conservação brasileiros e sul africano e das iniciativas conservacionistas voltadas à questão da conservação da biodiversidade e, em especial, das espécies de fauna escolhidas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)