Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemática filogenética de Pterocaulon e Wunderlichia (Asteraceae)

Processo: 11/51290-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:João Semir
Beneficiário:João Semir
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Evolução vegetal  Filogenia  Asteraceae 

Resumo

A grande variabilidade morfológica que as plantas apresentam permite a caracterização e o reconhecimento das espécies, constituindo assim, a base da taxonomia. O número de caracteres utilizados para o reconhecimento das espécies aumentou muito ao longo da história da classificação dos organismos e, nas últimas décadas este acréscimo foi ainda maior devido aos avanços oriundos de estudos moleculares. Atualmente técnicas utilizando dados moleculares associados aos dados raorfológicos são excelentes fontes de informação para os estudos de evolução e reconstrução filogenética. Asteraceae é a maior família entre as Angiospermas, possui cerca de 24.000 espécies distribuídas em 1.600 gêneros de distribuição cosmopolita. Nos Neotrópicos a diversidade da família é de aproximadamente 580 gêneros e 8.040 espécies. Para o Brasil são referidas 1.960 espécies distribuídas em 288 gêneros, representando a terceira maior família de plantas com flores para o Brasil, colocando-o como um centro de diversidade das Asteraceae. O presente projeto faz parte dos estudos para o conhecimento da diversidade das Asteraceae brasileiras e tem como objetivo reconstruir hipóteses filogenéticas dos gêneros Pterocaulon e Wunderlichia, com base em dados moleculares, permitindo o estudo e interpretação da evolução de caracteres morfológicos importantes para a circunscrição desses gêneros. Para este propósito, além dos dados moleculares, serão utilizadas ferramentas, como o estudo taxonômico e cromossômico. Os resultados serão apresentados em forma de artigos, publicados em periódicos e também divulgados em reuniões científicas. O desenvolvimento deste projeto é importante, pois será realizado por meio de parcerias com pesquisadores de outras áreas da botânica sendo possível ampliar o conhecimento dos táxons em análise, contribuindo para melhorar a compreensão acerca da diversidade, biologia e conservação dos mesmos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONGE, MARCELO; ANDERBERG, ARNE; SEMIR, JOAO. Nomenclatural novelties in Tessaria (Asteraceae, Inuleae): a new species from the Andes and uncovering the identity of T-boliviensis. SYSTEMATIC BOTANY, v. 43, n. 2, p. 591-594, APR-JUN 2018. Citações Web of Science: 0.
SOUZA-BUTURI, FATIMA O.; SIMAO-BIANCHINI, ROSANGELA; SEMIR, JOAO. Lectotypification of species of Wunderlichia (Asteraceae). Kew Bulletin, v. 70, n. 2 JUN 2015. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.