Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos secretomas de placas ateroscleróticas: análise comparativa dos proteomas de exossomos secretados de placas de ateroma com neovascularização estimulada ou inibida

Resumo

Aterosclerose é um evento patológico onde ocorre uma progressão degenerativa e processo inflamatório crônico endotelial, proliferação de fibroblastos e angiogênese. O papel da angiogênese no processo de formação de placas ateroscleróticas é atribuído a um desequilíbrio dos fatores anti-angiogênicos e pró-angiogênicos resultando na neovascularização durante a formação da placa de ateroma. Essa neovascularização, no entanto, promove a formação de vasos sanguíneos considerados imaturos e frágeis. O processo inflamatório e de neoangiogênese estão fortemente correlacionados à infiltração de macrófagos e rupturas das placas arteriais humanas. O processo inflamatório e alta densidade microvascular imatura parecem ser mais importantes que o tamanho da placa na instabilidade da lesão. Tanto a formação da microvasculatura e a progressão do evento inflamatório são mediadas em parte por meio de fatores solúveis e de exossomos, que juntos modulam o microambiente da placa de ateroma. A proteômica possui a vantagem de ser uma metodologia onde se é possível observar, identificar várias proteínas e estudar sua regulação em um determinado sistema. O presente estudo propõe analisar o proteoma dos exossomos secretados pelas placas aterogênicas, identificar exosomos relacionados à angiogênese e à aterogênese que possam ser empregados como biomarcadores dessas lesões, e uso de exosomos na terapêutica em aterosclerose. A identificação dos exossomos relacionados à aterogênese por análise proteômica será realizada em modelos in vitro e validada com a análise de amostras de soro de pacientes com alto risco de doença cardiovascular (CVD). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)