Busca avançada
Ano de início
Entree

O processo de escolarização da viola caipira: novos violeiros (in)ventano modas e identidades

Resumo

Este trabalho estuda o processo de escolarização da viola caipira. Constituindo-se nas últimas décadas na região centro-sul do Brasil, este processo representa um período histórico sem precedentes, dadas as modificações que a cultura do instrumento sofreu. Apesar de este instrumento ter constituído, ao longo do século XX, vastíssimo repertório musical, manteve seu aprendizado na tradição oral. Somente a partir da década de 1980, com o surgimento de novos violeiros de formação teórico-musical sistematizada, seu ensino expandiu-se em escolas de música da região centro-sul. Em função dessa expansão, tem havido profundas mudanças na concepção e na técnica do instrumento, o que resultou na formação de um segmento de música instrumental heterogêneo. Por conseguinte, o contexto do ensino que vem se configurando desvelou novas identidades culturais da viola e do violeiro, antes restritos ao universo da música caipira. Assim, neste trabalho, além de percorrer a história do ensino do instrumento na tradição e nas escolas de música, estudou-se a formalização de práticas musicais e a sistematização de técnicas de execução do instrumento nos materiais impressos. Foram analisados aspectos da cultura caipira, do mercado editorial e as ações dos agentes de mudanças sobre as instâncias de consagração da viola. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)