Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos de risco para dados de longa duração aplicados a sobrevida do câncer de mama

Resumo

O câncer de mama é a neoplasia maligna mais incidente entre as mulheres no mundo todo. Neste contexto, têm-se interesse em descrever características, condições de saúde e tratamentos assim como estimar a sobrevida de mulheres acometidas pelo câncer de mama. Para avaliar essas características métodos quantitativos adequados devem ser utilizados, como metodologia de análise de sobrevivência para estimar a sobrevida das mulheres. Entretanto, apesar da importância desta neoplasia, existem poucos levantamentos regionais sobre o problema no Brasil. Assim, o objetivo deste trabalho é estudar modelos para dados de sobrevivência na presença tempos de longa duração e covariáveis, particularmente baseados na função de risco, para estimar a sobrevida das pacientes portadoras de neoplasia maligna de mama tratadas em Ribeirão Preto e região. Os modelos propostos por Perdoná (2006) serão considerados, bem como procedimentos de estimação intervalar para os parâmetros do modelo utilizando metodologia assintótica, intervalos bootstrap (paramétrico e não paramétrico), intervalos perfilados, procedimentos Bayesianos e procedimento de testes de hipóteses para os parâmetros do modelo. Os modelos serão aplicados a conjuntos de dados disponibilizados por pesquisadores da área oncológica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)