Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento e perfil de usuários de crack no município de Santos

Resumo

O crack é uma droga que ameaça à saúde pública, pois tem um grande poder de dependência vinculado a uma compulsão intensa, que faz de seus usuários vulneráveis para questões relacionadas às DST/Aids, além das questões de violência e marginalidade associadas. O presente estudo tem por objetivo mapear os locais públicos de consumo de crack e caracterizar o perfil dos usuários de crack no município de Santos. O método a ser utilizado terá um desenho baseado na metodologia quantitativa, além de também apresentar uma parte qualitativa para melhor compreensão da problemática enfocada. Para avaliação dos dados socioeconômicos, demográficos e de história de uso de drogas e problemas associados será utilizada uma versão adaptada de um instrumento validado e padronizado para o português, Addiction Severity Index. Para avaliação dos dados qualitativos, será realizada entrevista em profundidade com a finalidade de auxiliar na compreensão dos padrões de comportamento e da cultura dos usuários de crack. A amostra será composta por sujeitos de ambos os sexos e com idade igual ou superior a dezoito anos. Os sujeitos que concordarem em participar do estudo assinarão o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, denotando participação voluntária no mesmo. O resultado deste estudo poderá auxiliar na implantação de novas formas de intervenção junto aos usuários de crack, fortalecendo uma política pública adequada para a questão das drogas na cidade de Santos, assim como em todo território nacional. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDA DE SOUZA RAMIRO; RICARDO DA COSTA PADOVANI; ADRIANA MARCASSA TUCCI. Consumo de crack a partir das perspectivas de gênero e vulnerabilidade: uma revisão sobre o fenômeno. Saúde debate, v. 38, n. 101, p. 379-392, Abr. 2014.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.