Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do crescimento de macrófitas aquáticas frente a diferentes concentrações de cádmio, chumbo, níquel e zinco, e seu potencial como ferramenta para a redução da concentração de metais na água de efluentes

Resumo

Entre os principais elementos poluidores que causam grandes riscos à saúde humana e aos ecossistemas estão os metais pesados. Os metais pesados possuem características de se dispersarem amplamente no meio ambiente e se acumularem seletivamente em tecidos do corpo, apresentando potencial tóxico mesmo em baixos níveis de exposição. Nas últimas décadas, observou-se um aumento das concentrações de metais em diversas áreas e uma das origens da contaminação da água por metais pesados são os efluentes industriais, domésticos e agropecuários. No Brasil e na maioria dos países em desenvolvimento, a maior parte do esgoto bruto (tanto doméstico, industrial ou agropecuário) é lançada sem tratamento prévio nos cursos d'água. Esses grandes aportes de matéria orgânica e poluentes têm sido relatados como principais responsáveis pela eutrofização de grande variedade de ambientes aquáticos, gerando preocupação crescente com o alto grau de poluição em que se encontram hoje os rios e ambientes de água doce. Entre as técnicas biológicas para remoção de metais, o uso de plantas (fitorremediação) tem se apresentado como uma alternativa promissora. Este projeto tem como escopo principal o estudo de macrófitas, com o intuito de utilizá-las como extratoras de metais pesados. A partir destes dados poderão ser gerados modelos matemáticos que auxiliem gestores de estações de tratamento de esgoto a identificarem qual a melhor espécie e quando estas devem ser utilizadas como ferramenta para a redução da concentração de metais na água de efluentes. Portanto, justifica-se a necessidade do financiamento deste projeto para a execução de um estudo científico que identifique o modelo matemático do crescimento de macrófitas na presença de diferentes concentrações de metais pesados abordando o seu potencial como ferramenta no tratamento de efluentes industriais, agropecuários ou domésticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PASSERINI, M. D.; CUNHA-SANTINO, M. B.; BIANCHINI, JR., I. Oxygen availability and temperature as driving forces for decomposition of aquatic macrophytes. Aquatic Botany, v. 130, p. 1-10, APR 2016. Citações Web of Science: 3.
IHA, DANILO SINHEI; BIANCHINI, JR., IRINEU. Phytoremediation of Cd, Ni, Pb and Zn by Salvinia minima. INTERNATIONAL JOURNAL OF PHYTOREMEDIATION, v. 17, n. 10, p. 929-935, 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.