Busca avançada
Ano de início
Entree

Modificações do corpo gorduroso em rainhas virgens e funcionais dos cupins pragas Coptotermes gestroi e Cryptotermes brevis (Isoptera: Rhinotermitidae, Kalotermitidae): uma abordagem ultraestrutural

Processo: 10/05030-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Ana Maria Costa-Leonardo
Beneficiário:Ana Maria Costa-Leonardo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:Fabiana Elaine Casarin dos Santos
Assunto(s):Cupim 

Resumo

Uma colônia de cupins é constituída por diversas castas com comportamento e morfologia diferentes. Coptotermes gestroi e Cryptotermes brevis são os principais cupins pragas responsáveis por danos econômicos em áreas urbanas no Brasil. Enquanto as rainhas de C. gestroi apresentam uma fisogastria ou hipertrofia abdominal, as de C. brevis não a desenvolvem ou ela é incipiente, uma vez que ocorre só um desenrugamento da cutícula tegumentar. Nas rainhas dos térmitas a fisogastria está intimamente associada com modificações do corpo gorduroso, que é um órgão responsável pelo armazenamento e síntese de proteínas, lipídeos e carboidratos. Geralmente, em insetos, o corpo gorduroso é estimulado pela atividade de hormônio juvenil a produzir a proteína vitelogenina, a qual estimula a vitelogênese nos ovários. Contudo, estudos atuais mostram que em cupins, nem sempre o hormônio juvenil estimula a vitelogênese em reprodutores e em Cryptotermes secundus o título de hormônio juvenil não difere significativamente entre rainhas virgens e funcionais. O objetivo deste projeto é comparar a morfologia do corpo gorduroso entre as rainhas virgens, rainhas funcionais no início da fundação da colônia e rainhas funcionais de colônias maduras nas duas espécies de cupins. Adicionalmente, pretende-se comparar o corpo gorduroso de rainhas fisogástricas de C. gestroi com os de rainhas de C. brevis. Para estudar a morfologia do corpo gorduroso, amostras dos abdômens das diferentes rainhas serão fixadas em glutaraldeído, pós-fixadas em tetróxido de ósmio, incluídas em Epon e, após procedimentos de rotina, observadas em microscópio eletrônico de transmissão (Phillips), que proporciona um melhor detalhamento deste órgão. O conhecimento da biologia de cupins pragas é importante, principalmente aqueles relacionados à reprodução, pois poderão trazer subsídios para futuras estratégias de manejo desses insetos, já que há crescente interesse no uso de análogos de hormônio juvenil no controle desses insetos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTA-LEONARDO, ANA MARIA; LARANJO, LARA TEIXEIRA; JANEI, VANELIZE; HAIFIG, IVES. The fat body of termites: Functions and stored materials. JOURNAL OF INSECT PHYSIOLOGY, v. 59, n. 6, p. 577-587, . (10/05030-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.