Busca avançada
Ano de início
Entree

Efluentes de sistema intensivo de truticultura: caracterização e impacto sobre o corpo receptor

Resumo

O impacto de sistemas intensivos de truticultura sobre rios depende do tamanho do empreendimento, das práticas de manejo, da natureza e do volume de água utilizado, da capacidade de diluição do corpo aquático e das características bacteriológicas do corpo receptor. Embora bem estudado no exterior, no Brasil poucas pesquisas em truticultura foram realizadas, notadamente em relação a qualidade da água despejada no corpo receptor. A proposta do projeto será o de avaliar o impacto ambiental gerado por um sistema de cultivo intensivo de trutas.. As amostragens serão realizadas em um empreendimento comercial, localizado na Serra da Bocaina, cidade de Bananal, Estado de São Paulo (altitude de 1160m). Neste empreendimento serão estabelecidas as estações de amostragem, abrangendo pontos de abastecimento, lançamento de efluente e corpo receptor. O povoamento do trutário será feito com peixes que estarão em diferentes estágios de desenvolvimento quais sejam: de alevinagem, crescimento, engorda e abate. As coletas serão efetuadas durante 3 meses em intervalos semanais avaliando-se as seguintes variáveis: concentrações de nitrogênio total, fósforo total, nitrito, nitrato e amônia, sólidos totais em suspensão, matéria orgânica e clorofila a. Além do uso da sonda-multiparâmetros que fornecerá os dados de temperatura da água, oxigênio dissolvido, turbidez, pH e condutividade elétrica. Os parâmetros zootécnicos avaliados serão: ganho de peso e conversão alimentar aparente, e a conversão alimentar bruta do sistema de criação que medirá o total de ração fornecida e a quantidade em kg de peixe produzido durante o período estudado. Pretende-se correlacionar o manejo de produção com as alterações na qualidade da água permitindo inferir sobre o impacto gerado pela atividade. Com a finalidade de subsidiar o referido projeto e considerando o contemplado na Resolução CONAMA no 375 de 2005 que inclui a Ecotoxicologia como uma forte ferramenta utilizada para indicação de qualidade de água serão realizados ensaios ecotoxicológicos a fim de avaliar os possíveis impactos causados ao ambiente aquático (corpo hídrico receptor), com vistas ao fornecimento de subsídios técnicos para as proposições de tratamento de efluentes. Os ensaios ecotoxicológicos serão realizados com a metodologia padronizada pela ABNT para ensaios com os organismos-teste Ceriodaphnia dubia e Pseudokirchneriella subcapitata, possibilitando leituras de resultados de toxicidade aguda e crônica, ao mesmo tempo. Os resultados deste estudo servirão como orientação aos produtores para a adoção de técnicas que permitam a prática da truticultura de forma ambientalmente sustentável. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MUNIQUE DE ALMEIDA BISPO MORAES; CLOVIS FERREIRA DO CARMO; CARLOS MASSATOSHI ISHIKAWA; YARA AIKO TABATA; CACILDA THAIS JANSON MERCANTE. Balanço de massa diário de fósforo e nitrogênio em efluentes de setores de criação em truticultura. Acta Limnol. Bras., v. 27, n. 3, p. 330-340, . (10/07658-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.