Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização e validação de testes aeróbios e anaeróbios em condições de campo e laboratório, utilizando modelos livre, atado e semi-atado, em corredores fundistas e velocistas

Processo: 09/08535-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Claudio Alexandre Gobatto
Beneficiário:Claudio Alexandre Gobatto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia do exercício  Corridas 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:avaliação aeróbia | Avaliação Anaeróbia | Corrida Atada e Semi-Atada | Maod | Validação de Procedimentos | Fisiologia Do Exercício

Resumo

O déficit máximo de oxigênio (MAOD) proposto por Medbo et al. (1988) é atualmente considerado o método padrão ouro de avaliação da capacidade anaeróbia. Esse método assume que o consumo de oxigênio aumenta linearmente em função da intensidade de exercício. Desse modo, conhecendo a quantidade de oxigênio necessário para realizar esforços submáximos, é possível mensurar a capacidade anaeróbia por meio da subtração do valor de oxigênio necessário para a realização de um exercício máximo pelo oxigênio realmente consumido. Essa diferença corresponde teoricamente à quantidade de energia (portanto a capacidade) que pode ser fornecida anaerobiamente (Medbo et al., 1988). Embora esse método de avaliação atualmente tenha a maior aceitação científica e seja sensível ao treinamento de alta intensidade (Medbo & Burgers, 1989), para a obtenção desse parâmetro é necessário que o atleta realize vários esforços submáximos de 10 minutos de duração (aproximadamente 4) e um exaustivo com duração de aproximadamente 3 minutos, de modo a ser despendido, para a determinação da capacidade anaeróbia, um tempo médio de aproximadamente uma semana. Dessa forma, visando avaliações mais rápidas e específicas, tem sido sugerida a utilização de corridas semi-atada (TCSA) e atada em esteira rolante (TCA) e do running anaerobic sprint test (RAST) como modelos de determinação da potência anaeróbia (potência máxima, média e índice de fadiga), mas esses testes não foram ainda validados. Para isso será necessária a análise de sua reprodutibilidade, confiabilidade e consistência frente à associação com o MAOD (padrão ouro). Assim, os principais objetivos desse estudo serão validar testes anaeróbios de TCSA, TCA e RAST e verificar a viabilidade de avaliações aerórias nos protocolos atado e semi-atado de corredores fundistas e velocistas. Serão comparados os valores de potência pico, potência média e índice de fadiga das avaliações nas situações de teste e re-teste, objetivando verificar sua concordância quanto à reprodutibilidade das mensurações. Além disso, o projeto visa verificar as possíveis associações dos valores de potência pico, potência média e índice de fadiga dos TCSA, TCA e RAST com os valores de MAOD, determinados em situação de corridas atada e semi-atada, e livre. Finalmente, serão analisadas possíveis associações dos parâmetros provenientes desses testes com performances máximas de corredores fundistas e velocistas. Para isso, nas situações de corrida livre, atada e semi-atada, os atletas realizarão: um teste incremental para determinação do consumo máximo de oxigênio (VO2max), quatro corridas submáximas com duração de 10 minutos em intensidades correspondentes a 30, 45, 55, 65 e 80% do VO2max e um esforço supra-máximo até a exaustão com intensidade de 120% do VO2max. Além desses esforços os participantes realizarão o RAST, TCSA, TCA e quatro esforços máximos de corrida livre nas distâncias de 50, 100, 200 e 400m para determinação das performances máximas. A partir desses procedimentos serão obtidos, em corridas livre, semi-atada e atada (em esteira rolante), os parâmetros VO2max, iVO2max e MAOD. Os dados obtidos de teste e re-teste em situação atada em esteira (TCA) e em campo na realização do RAST, permitirão verificar a reprodutibilidade das informações e associações entre as potências máximas, médias e os índices de fadiga. Esse conjunto de resultados, adicionados aos dados de performances máximas em pista de atletismo, possibilitará a realização de todas as análises previstas nos objetivos do estudo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (22)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BREDA, FABIO LEANDRO; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA BARROS; DE BARROS SOUSA, FILIPE ANTONIO; BECK, WLADIMIR RAFAEL; PINTO, ALLAN; PAPOTI, MARCELO; MENEZES SCARIOT, PEDRO PAULO; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE. omplex networks analysis reinforces centrality hematological role on aerobic-anaerobic performances of the Brazilian Paralympic endurance team after altitude trainin. SCIENTIFIC REPORTS, v. 12, n. 1, . (20/11946-6, 19/05115-7, 19/16253-1, 13/16710-7, 16/12781-5, 09/08535-5, 12/06355-2)
BECK, WLADIMIR R.; CAMPESAN, YURI S.; GOBATTO, CLAUDIO A.. Validity and reliability of incremental test to determine the anaerobic threshold in swimming rats. INTERNATIONAL JOURNAL OF APPLIED EXERCISE PHYSIOLOGY, v. 4, n. 1, p. 25-33, . (11/13226-1, 09/08535-5, 12/20501-1, 10/13377-7)
DALCHECO MESSIAS, LEONARDO HENRIQUE; MASSELLI DOS REIS, IVAN GUSTAVO; FERRARI, HOMERO GUSTAVO; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA DE BARROS. Physiological, psychological and biomechanical parameters applied in canoe slalom training: a review. INTERNATIONAL JOURNAL OF PERFORMANCE ANALYSIS IN SPORT, v. 14, n. 1, p. 24-41, . (12/06355-2, 09/08535-5)
FERRARI, HOMERO GUSTAVO; MESSIAS, LEONARDO H. D.; REIS, IVAN G. M.; GOBATTO, CLAUDIO A.; SOUSA, FILIPE A. B.; SERRA, CAMILA C. S.; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA B.. Aerobic Evaluation in Elite Slalom Kayakers Using a Tethered Canoe System: A New Proposal. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS PHYSIOLOGY AND PERFORMANCE, v. 12, n. 7, p. 864-871, . (12/06355-2, 09/08535-5)
MESSIAS, LEONARDO H. D.; FERRARI, HOMERO G.; REIS, IVAN G. M.; SCARIOT, PEDRO P. M.; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA B.. Critical Velocity and Anaerobic Paddling Capacity Determined by Different Mathematical Models and Number of Predictive Trials in Canoe Slalom. JOURNAL OF SPORTS SCIENCE AND MEDICINE, v. 14, n. 1, p. 188-193, . (12/06355-2, 09/08535-5)
BECK, WLADIMIR RAFAEL; BOTEZELLI, JOSE DIEGO; PAULI, JOSE RODRIGO; ROPELLE, EDUARDO ROCHETE; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE. Melatonin Has An Ergogenic Effect But Does Not Prevent Inflammation and Damage In Exhaustive Exercise. SCIENTIFIC REPORTS, v. 5, . (11/13226-1, 09/08535-5, 12/20501-1)
BECK, W. R.; SCARIOT, P. P. M.; GOBATTO, C. A.. Melatonin is an Ergogenic Aid for Exhaustive Aerobic Exercise only during the Wakefulness Period. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 37, n. 1, p. 71-76, . (11/13226-1, 09/08535-5, 10/13377-7)
PEREIRA, VANESSA HELENA; TRAINA GAMA, MARIA CAROLINA; BARROS SOUSA, FILIPE ANTONIO; LEWIS, THEODORE GYLE; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA BARROS. Complex network models reveal correlations among network metrics, exercise intensity and role of body changes in the fatigue process. SCIENTIFIC REPORTS, v. 5, . (12/06355-2, 09/08535-5)
BELLI, TAISA; DE MACEDO, DENISE V.; SCARIOT, PEDRO P. M.; DE ARAUJO, GUSTAVO G.; DOS REIS, IVAN G. M.; LAZARIM, FERNANDA L.; NUNES, LAZARO A. S.; BRENZIKOFER, RENE; GOBATTO, CLAUDIO A.. Glycemic Control and Muscle Damage in 3 Athletes With Type 1 Diabetes During a Successful Performance in a Relay Ultramarathon: A Case Report. WILDERNESS & ENVIRONMENTAL MEDICINE, v. 28, n. 3, p. 239-245, . (09/08535-5)
PEREIRA, VANESSA H.; GOBATTO, CLAUDIO A.; LEWIS, THEODORE G.; RIBEIRO, LUIZ F. P.; BECK, WLADIMIR R.; DOS REIS, IVAN G. M.; SOUSA, FILIPE A. B.; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA B.. Computational and Complex Network Modeling for Analysis of Sprinter Athletes' Performance in Track Field Tests. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 9, . (09/08535-5, 18/11996-3, 16/50250-1, 12/06355-2)
DA CRUZ, JOAO PEDRO; DALCHECO MESSIAS, LEONARDO HENRIQUE; CETEIN, RAFAEL LUCAS; RASTEIRO, FELIPE MARRONI; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA BARROS. Anaerobic and Agility Parameters of Salonists in Laboratory and Field Tests. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 41, n. 7, p. 450-460, . (13/16710-7, 09/08535-5, 16/50250-1, 18/05821-6, 19/02286-5)
MAIA FORTE, LUCAS DANTAS; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA BARROS; MATHEUS RODRIGUES, ROBERTA CUNHA; GALLANI, MARIA CECLIA; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE. Non-exhaustive double effort test is reliable and estimates the first ventilatory threshold intensity in running exercise. JOURNAL OF SPORT AND HEALTH SCIENCE, v. 7, n. 2, p. 197-203, . (09/08535-5)
MANCHADO-GOBATTO, F. B.; MAROSTEGAN, A. B.; RASTEIRO, F. M.; CIRINO, C.; CRUZ, J. P.; MORENO, M. A.; GOBATTO, C. A.. New Insights into Mechanical, Metabolic and Muscle Oxygenation Signals During and After High-Intensity Tethered Running. SCIENTIFIC REPORTS, v. 10, n. 1, . (12/06355-2, 16/50250-1, 09/08535-5, 18/05821-6)
BELLI, TAISA; MACEDO, DENISE VAZ; DE ARAUJO, GUSTAVO GOMES; MASSELLI DOS REIS, IVAN GUSTAVO; MENEZES SCARIOT, PEDRO PAULO; LAZARIM, FERNANDA LORENZI; SOARES NUNES, LAZARO ALESSANDRO; BRENZIKOFER, RENE; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE. Mountain Ultramarathon Induces Early Increases of Muscle Damage, Inflammation, and Risk for Acute Renal Injury. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 9, . (09/08535-5, 16/50250-1)
SOUSA, FILIPE; DOS REIS, IVAN; RIBEIRO, LUIZ; MARTINS, LUIZ; GOBATTO, CLAUDIO. Specific Measurement of Tethered Running Kinetics and its Relationship to Repeated Sprint Ability. Journal of Human Kinetics, v. 49, n. 1, p. 245-256, . (09/08535-5, 13/16710-7)
DALCHECO MESSIAS, LEONARDO HENRIQUE; DE BARROS SOUSA, FILIPE ANTONIO; MASSELI DOS REIS, IVAN GUSTAVO; FERRARI, HOMERO GUSTAVO; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE; SALDANHA SERRA, CAMILA CAPUTO; PAPOTI, MARCELO; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA BARROS. Novel paddle stroke analysis for elite slalom kayakers: Relationship with force parameters. PLoS One, v. 13, n. 2, . (09/08535-5, 12/06355-2)
TRAINA GAMA, MARIA CAROLINA; MASSELLI DOS REIS, IVAN GUSTAVO; DE BARROS SOUSA, FILIPE ANTONIO; GOBATTO, CLAUDIO ALEXANDRE. The 3-min all-out test is valid for determining critical power but not anaerobic work capacity in tethered running. PLoS One, v. 13, n. 2, . (09/08535-5)
GAMA, M. C. T.; SOUSA, F. A. B.; DOS REIS, I. G. M.; GOBATTO, C. A.. Reliability of the Three-minute All-out Test for Non-motorized Treadmill Tethered Running. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 38, n. 8, p. 613-619, . (09/08535-5)
MESSIAS, L. H. D.; FERRARI, H. G.; SOUSA, F. A. B.; DOS REIS, I. G. M.; SERRA, C. C. S.; GOBATTO, C. A.; MANCHADO-GOBATTO, F. B.. All-out Test in Tethered Canoe System can Determine Anaerobic Parameters of Elite Kayakers. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 36, n. 10, p. 803-808, . (12/06355-2, 09/08535-5)
TAISA BELLI; CLÁUDIO LUIZ DE SOUZA MEIRELES; MÔNICA DE OLIVEIRA COSTA; MARCO AURÉLIO ACKERMANN; CLAUDIO ALEXANDRE GOBATTO. Somatotipo, composição corporal e desempenho em ultramaratona. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum., v. 18, n. 2, p. 127-135, . (09/08535-5)
LIMA, M. C. S.; RIBEIRO, L. F. P.; PAPOTI, M.; SANTIAGO, P. R. P.; CUNHA, S. A.; MARTINS, L. E. B.; GOBATTO, C. A.. A Semi-Tethered Test for Power Assessment in Running. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 32, n. 7, p. 529-534, . (09/08535-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.