Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resistência, sítios de fratura e interface de coroas cerâmicas parafusadas e cimentadas a implantes ossoeintegráveis de diferentes conexões

Processo: 09/15060-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2010 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Wirley Goncalves Assuncao
Beneficiário:Wirley Goncalves Assuncao
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária  Materiais cerâmicos  Zircônia  Resistência dos materiais  Mecânica da fratura 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:implante dentário | junção parafusada | pilar de zircônia | Prótese cimentada | Prótese Dentária | resistência à fratura | Prótese Dentária

Resumo

O objetivo do estudo é avaliar a resistência bem como os sítios de fratura e a interface de coroas cerâmicas parafusadas e cimentadas a implantes osseointegráveis de diferentes conexões. Serão formados 3 grupos (n=24) de coroas cerâmicas parafusadas a implantes de hexágono externo (grupo I.P), hexágono interno (grupo II.P) e Cone Morse (grupo III.P); e 4 grupos (n=24) de coroas cerâmicas cimentadas obtidas com sistema cerâmico CAD/CAM cimentadas a implantes de hexágono externo (grupo I.C) e Cone Morse (grupo II.C);e sistema cerâmico prensado cimentadas a implantes de hexágono externo (grupo III.C) e Cone Morse (grupo IV.C). Cada grupo será subdividido em 2 subgrupos (n=12) diferenciados pela submissão ou não a 2X106 ciclos de ciclagem mecânica com aplicação de carga vertical de 50N a 2Hz. As coroas parafusadas serão obtidas através da aplicação de cerâmica de recobrimento sobre pilar de zircônia enquanto as coroas cimentadas serão confeccionadas a partir de copings cerâmicos revestidos por cerâmica de recobrimento estético e cimentados sobre pilares de zircônia devidamente preparados. Todos os corpos-de-prova serão submetidos ao teste de resistência à fratura em uma máquina de ensaios universal com aplicação de carga compressiva a 130° de inclinação a 2mm/min afim de verificar os valores de carga máxima de resistência à fratura. Após 1 X106 ciclos de ciclagem mecânica, será mensurado o valor de destorque dos parafusos de retenção das coroas parafusadas. Além disso, os corpos-de-prova serão avaliados em estereomicroscopia inicialmente, após 2X106 ciclos de ciclagem mecânica e após a realização dos testes de resistência à fratura, permitindo a análise comparativa do modo de fratura entre os grupos bem como a análise da região de interface de conexão após carregamento nos diferentes tipos de conexão. Os dados serão tabulados e submetidos à análise estatística. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DELBEN, JULIANA A.; BARAO, VALENTIM A. R.; FERREIRA, MAYARA B.; DA SILVA, NELSON R. F. A.; THOMPSON, VAN P.; ASSUNCAO, WIRLEY G.. Influence of abutment-to-fixture design on reliability and failure mode of all-ceramic crown systems. Dental Materials, v. 30, n. 4, p. 408-416, . (09/15060-3, 09/11491-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.