Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de proteínas relacionadas ao costâmero em secções longitudinais de músculo sóleo de ratas imobilizadas e reabilitadas pelo alongamento passivo manual intermitente

Resumo

No tecido muscular esquelético, a interface entre o sarcolema e a matriz extracelular é constituída por proteínas especializadas responsáveis pela transmissão de força transversal e longitudinal à miofibra, ou mecanotransdução. As adaptações do músculo esquelético às forças fisiológicas, e patológicas, como a imobilização segmentar e exercícios de reabilitação podem contribuir para a percepção celular dos sinais mecânicos e, conseqüentemente, induzir codificações na flexibilidade e na força muscular. Este estudo visa avaliar as alterações funcionais da marcha e os aspectos morfológicos do músculo sóleo de ratas que terão seus membros posteriores direitos imobilizados, e posteriormente, serão submetidas a dois protocolos de treinamento: (1) alongamento passivo manual intermitente por 3 dias e (2) por 10 dias. Para isso, 48 ratas da raça Wistar com peso de 250g serão dividas em 6 grupos: Grupo Imobilizado (GI); Grupo Imobilizado e Alongado por 3 dias (GIAL(3)); Grupo Imobilizado e Alongado por 10 dias (GIAL(10)); Grupo Imobilizado e Livre por 3 dias (GIL(3)); Grupo Imobilizado e Livre por 10 dias (GIL(10)); Grupo Controle do Imobilizado (GC(imob)). O membro posterior direito das ratas será imobilizado por 10 dias em flexão plantar, a fim de manter o músculo sóleo em posição de encurtamento. Os cuidados para a prevenção de úlceras e edemas de extremidade serão tomados. Seguindo a imobilização, as ratas passarão por um período de alongamento passivo manual intermitente. Antes da imobilização e durante o período de alongamento e de livre movimentação, será realizada análise funcional da marcha dos animais. Após este período, o músculo sóleo será removido e congelado, para o processamento de reações de coloração (H.E, Tricrômico de "Gomori" - modificado) e imunoistoquímica para distrofina, laminina, fibronectina, células satélites e macrófagos (anticorpos rabbit anti-rat dystrophin, rabbit anti-rat laminin, rabbit anti-rat fibronectin, goat anti-rat NCAM, mouse anti-rat PAX7, mouse anti-rat CD68) que serão analisados sob a ótica longitudinal das miofibras. Análises qualitativa e quantitativa em Microscópio de Luz e sistema de análise de imagens serão realizadas. As variáveis serão avaliadas inter- e intra-grupos através de técnicas estatísticas como: cálculo de estatísticas de posição central (média, mediana, moda) e de dispersão (desvio padrão, desvio quartílico), teste de hipóteses t (Student), Wilcoxon-Mann-Whitney, F (ANOVA), Kruskal-Wallis, e métodos gráficos de descrição e comparação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CACAO-BENEDINI, LETICIA OLIVEIRA; RIBEIRO, PAULA GUILHERME; SILVEIRA GOMES, ANNA RAQUEL; YWAZAKI, JULYE LEIKO; MONTE-RASO, VANESSA VILELA; PRADO, CIBELE MARIA; MATTIELLO-SVERZUT, ANA CLAUDIA. Remobilization through stretching improves gait recovery in the rat. ACTA HISTOCHEMICA, v. 115, n. 5, p. 460-469, . (09/53342-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.