Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de salmonella typhimurium de origem aviaria: perfil genotipico, colonizacao, invasao e ativacao da resposta imune.

Resumo

Infecções por Salmonella do grupo paratifóide são de grande preocupação para a indústria avícola por causar perdas econômicas. As salmonelas têm distribuição mundial, sendo carreadas por animais silvestres, seres humanos e animais domésticos, onde as aves são consideradas a principal fonte de toxinfecções alimentares em humanos. Uma característica comum na infecção é a ingestão por via oral, onde a bactéria precisa atravessar a barreira epitelial do intestino antes do início da doença. Salmonella Typhimurium e S. Enteritidis são os sorotipos mais comuns isolados em humanos. As características de virulência da bactéria são importantes para determinar a ocorrência da doença. Os mecanismos de virulência são complexos e ainda pouco definidos. Neste projeto será avaliado a presença de genes para a invasão celular (invA, sopB, sopE1, sptP, sipB, sipC, fimA, agfA, lpfC, sefC, pefA, fliC), a multiplicação intracelular (sifA, mgtC, iroN, sitC), a produção de toxina (cdtB), a sobrevivência dentro de macrófagos (spvC) e um fator transcricional da SPI-2 (slyA). Será determinada a relação entre perfil genotípico da amostra e capacidade de colonizar o ceco e invadir o fígado e baço. A ativação imunológica, através da produção de interleucina-2 (IL-2), interleucina-6 (IL-6) e interferon-gama (INF-y) e da produção de anticorpos específicos para Salmonella spp. será determinada em pintinhos SPF infectados com amostra que apresentar a maior ou a menor capacidade de colonizar e invadir órgãos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)