Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento de lesão de bifurcação classe III com membrana de politetrafluoretileno expandido associado ou não ao enxerto de PepGen P-15 particulado: estudo histomorfométrico em cães

Resumo

A falta de previsibilidade no tratamento periodontal regenerativo de Enxerto ósseo grau III, têm estimulado o estudo de alternativas para melhorar os resultados, através do emprego de diferentes técnicas e biomateriais. Um novo enxerto ósseo enriquecido com peptídeos - PepGen P15- foi desenvolvido recentemente e, segundo a literatura, mostrou resultados significantes em relação à neoformação tecidual nos defeitos infra-ósseos testados. O objetivo deste trabalho, será o de verificar o potencial regenerativo do novo enxerto ósseo PepGen P15 particulado, no tratamento de defeitos de furca grau III em cães associado ou não ao uso de membrana de PTFE-e. Serão usados 7 cães, nos quais serão confeccionados defeitos de furca grau III nos pré-molares inferiores, sendo que no grupo teste será utilizado a membrana de PTFE-e e o enxerto ósseo PepGen P15, no grupo controle será utilizada somente a membrana e no grupo controle negativo, nos 2° pré-molares, não será colocado biomaterial. Os dentes P3 e P4 serão aleatoriamente sorteados para ser o grupo teste ou controle. Os defeitos serão confeccionados e preenchidos com material de impressão (Impregum F) e após 21 dias serão debridados, as raízes aplainadas com cureta Gracey (Hu-friedy) e os dentes serão submetidos à profilaxia semanal com ultra-som e limpeza diária com digluconato de clorexidina a 0,12% durante 15 dias. Na segunda fase cirúrgica, serão realizadas marcações do nível ósseo nas raízes mesial e distal dos dentes P2, P3 e P4, colocação das membranas e do enxerto ósseo nos respectivos defeitos e o fechamento destes com fio de sutura 4.0 seda. Quatro semanas após a colocação das membranas, estas serão retiradas e, doze semanas depois desta remoção, os animais serão sacrificados. Após o preparo das peças será realizada a análise histomorfométrica avaliando a qualidade e a área de tecido neoformado, de ausência tecidual (espaço vazio), de epitélio, de tecido conjuntivo e de novo osso e a extensão de cemento neoformado em contato com a dentina. Os valores serão calculados em porcentagem a partir da marcação realizada na raiz e em relação às áreas totais da bifurcação, e a análise estatística será feita através do teste não-paramétrico de Mann-Whitney. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SUAID, FLAVIA A.; MACEDO, GUILHERME O.; NOVAES, JR., ARTHUR B.; BORGES, GERMANA J.; SOUZA, SERGIO L. S.; TABA, JR., MARIO; PALIOTO, DANIELA B.; GRISI, MARCIO F. M. The Bone Formation Capabilities of the Anorganic Bone Matrix-Synthetic Cell-Binding Peptide 15 Grafts in an Animal Periodontal Model: A Histologic and Histomorphometric Study in Dogs. Journal of Periodontology, v. 81, n. 4, p. 594-603, APR 2010. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.