Busca avançada
Ano de início
Entree

Epidemiologia molecular de Escherichia coli por sequenciametno de multilocus

Resumo

Escherichia coli é um dos principais agentes causadores de diarréia e infecções do trato urinário (ITU) nos paises em desenvolvimento, causando infecções normalmente esporádicas, porém podem estar associadas também a epidemias. A maioria dos casos de infecções do trato urinário (ITU) tem como principal agente etiológico a bactéria Escherichia coli uropatogênica (UPEC). Particularmente Escherichia coli EPEC (E. coli enteropatogênica clássica) é a principal bactéria causadora de diarréia infantil e é responsável por alto nível de mortalidade em crianças menores de dois anos de idade. Em ambos os casos (E. coli EPEC e UPEC), os estudos moleculares vêm evidenciando uma importante ferramenta para melhor compreensão dos processos infecciosos e epidemiológicos destas bactérias. A técnica de sequenciamento por multilocus, baseada na análise de diferentes genes de manutenção bacterianos, tem mostrado uma importante ferramenta de caracterização molecular e epidemiológica para diferentes bactérias. MLST (do inglês mutilocus sequence typing) apenas recentemente tem sido empregado para E. coli e, particularmente para E. coli EPEC não há muitos dados disponíveis, principalmente originados do Brasil, para que se possa realizar uma análise molecular e epidemiológica mais ampla e detalhada. Neste projeto propomos classificar, pela técnica MLST, 37 linhagens de E. coli, previamente analisadas e classificadas por diferentes técnicas sorológicas e moleculares, sendo elas: 30 linhagens E. coli EPEC, isoladas de pacientes internados na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP) e 07 linhagens E. coli isoladas de infecção do trato urinário de pacientes atendidos em laboratório de microbiologia de Juiz de Fora - MG, bem como analisar as possíveis relações filogenéticas destas, em relação a outras linhagens de Escherichia coli já estudadas. Com a realização desta técnica, será possível não só classificar e analisar as linhagens de Escherichia coli aqui propostas, mas também disponibilizar online, no banco de dados de MLST, os dados obtidos para uma análise mais ampla destes patógenos em relação aos já existentes, ampliando assim também a margem de estudos epidemiológicos mundiais de E. coli em relação ao Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MINARINI, LUCIENE A. R.; DARINI, ANA LUCIA C. MUTATIONS IN THE QUINOLONE RESISTANCE-DETERMINING REGIONS OF GYRA AND PARC IN ENTEROBACTERIACEAE ISOLATES FROM BRAZIL. Brazilian Journal of Microbiology, v. 43, n. 4, p. 1309-1314, OCT-DEC 2012. Citações Web of Science: 24.
PITONDO-SILVA, ANDRE; MINARINI, LUCIENE A. R.; CARNARGO, ILANA L. B. C.; DARINI, ANA LUCIA C. Clonal relationships determined by multilocus sequence typing among enteropathogenic Escherichia coli isolated in Brazil. Canadian Journal of Microbiology, v. 55, n. 6, p. 672-679, JUN 2009. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.