Busca avançada
Ano de início
Entree

Tecido adiposo e resposta inflamatória: avaliação de aspectos morfofuncionais do tecido adiposo mesentérico e perinodal e, modulação farmacológica sobre o tecido adiposo e resposta inflamatória utilizando o modelo de colite induzida por TNBS em ratos

Resumo

O tecido adiposo tem recebido atenção especial nas últimas décadas quando ficou caracterizada a sua capacidade de produção de adipocitocinas, como a leptina, resistina, adiponectina e TNF-alfa, substâncias que participam da resposta inflamatória. Além disto, frente ao processo inflamatório, como na Doença de Crohn, o tecido adiposo pode sofrer modificações, embora os mecanismos envolvidos e a repercussão desta modificação sejam pouco compreendidos. Adicionalmente, o tecido adiposo envolve firmemente linfonodos (perinodal) e parece participar de maneira diferenciada no processo inflamatório. Assim, este projeto objetiva estudar as alterações morfológicas e fisiológicas do tecido adiposo mesentérico e perinodal frente a resposta inflamatória intestinal, utilizando o modelo de colite induzida por TNBS em ratos. A capacidade de produção de adipocitocinas, alterações nas vias de sinalização da insulina e de fatores de proliferação celular dentre outros, também serão estudados. A modulação farmacológica destes processos será avaliada utilizando fármacos de uso rotineiro no tratamento da doença intestinal (imunossupressores) e drogas que modificam a atividade do tecido adiposo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)