Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das propriedades geotecnicas de solos nao saturados e suas correlacoes com metodos geofisicos em areas suscetiveis a movimentos de massa.

Processo: 05/55736-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Geotécnica
Pesquisador responsável:Carlos de Sousa Pinto
Beneficiário:Carlos de Sousa Pinto
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Solo não saturado  Solo residual 

Resumo

A proposta da presente pesquisa é estudar as propriedades geotécnicas de solos não saturados ocorrentes em áreas degradadas suscetíveis a movimentos de massa, com o intuito de estabelecer correlações entre tais propriedades e dados obtidos a partir de utilização de dois métodos geofísicos: sondagem elétrica e radar penetrante no solo (GPR). A sondagem elétrica será utilizada para proporcionar uma melhor caracterização do maciço de solos e também para permitir a otimização do uso do método GPR em algumas circunstâncias de campo. O método GPR será utilizado de forma inédita na geotecnia para estudar e avaliar os efeitos causados pela presença de água na velocidade de propagação do pulso eletromagnético no meio, visando determinar o teor de umidade em perfis de solos não saturados. O estudo das propriedades geotécnicas dos solos não saturados será efetuado através de uma abordagem macro e micromorfológica, buscando estabelecer a relação existente entre a água presente nos poros e seus parâmetros de resistência ao cisalhamento. Os procedimentos e técnicas necessários para esse estudo permitirão identificar diferenciações nos horizontes do solo quanto à microestrutura e porosidade e caracterizar seu comportamento físico-hídrico-mecânico. Os ensaios geotécnicos, in situ e em laboratório, fornecerão informações importantes sobre as propriedades dos materiais, tais como: índices físicos, curva de retenção solo-água, parâmetros de resistência ao cisalhamento sob diferentes condições de umidade, permeabilidade, condutividade hidráulica, cota do nível d'água, perfil de sucção matricial, entre outras. Espera-se que o estabelecimento das correlações entre tais propriedades e os métodos geofísicos venha contribuir para o melhor entendimento dos agentes e fatores responsáveis pela deflagração dos movimentos de massa. Os resultados desta pesquisa poderão ainda indicar áreas prioritárias para o monitoramento das variáveis climatológicas e geotécnicas, podendo fornecer apreciáveis subsídios para um futuro aperfeiçoamento dos parâmetros técnicos utilizados em Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDC). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EMÍLIO EDUARDO MOREIRA BARBOSA; RENATO LUIZ PRADO; RODOLFO MOREDA MENDES; FERNANDO ANTÔNIO MEDEIROS MARINHO. Estimativas do teor de umidade empregando o método GPR: uma avaliação comparativa em experimentos de laboratório e campo. Revista Brasileira de Geofísica, v. 28, n. 4, p. 691-701, Dez. 2010.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.