Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização cultural, molecular e patogênica de isolados de Rhizoctonia solani associados a plantas invasoras em áreas de cultivo de batata

Processo: 04/01793-5
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2004 - 31 de julho de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Paulo Cezar Ceresini
Beneficiário:Paulo Cezar Ceresini
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Fungos fitopatogênicos  Rhizoctonia solani  Plantas invasoras  Caruru (planta)  Beldroega  Joá-de-capote 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Beldroega | Caruru | Dna Ribossomal | Grupos De Anastomose | Joa-De-Capacete | Rhizoctnia

Resumo

Os grupos 3 e 4 de anastomose (AG-3 e AG-4) do fungo Rhizoctonia solani são importantes patógenos associados a culturas no mundo. No Brasil, o AG-3 é relatado afetando principalmente batata e fumo. O fungo pertencente ao GA-4, causa perdas consideráveis em culturas de importância econômica no Brasil, como a soja, feijão e amendoim, podendo ocorrer também em hortaliças como espinafre, pimentão, brócolis, tomate e batata; frutíferas como o melão. Recentemente foi constatada, em Brasília- DF, a associação de R. solani a plantas invasoras em áreas cultivo de batata. Entretanto, não há informação a respeito da importância da associação do AG-3 ou AG-4 a espécies de plantas invasoras e do papel dessas espécies como outras hospedeiras no ciclo do patógeno. Objetiva-se com esse estudo efetuar teste de patogenicidade cruzada e caracterizar isolados de R. solani obtidos de batata e de outras três espécies de plantas invasoras associadas a áreas de cultivo da cultura: joá-de-capote (Nicandra physaloides (L.) Pers., Solanaceae), beldroega (Portulaca oleracea L., Portulacaceae), e caruru (Amaranthus deflexus L.). Nossa hipótese é que os isolados obtidos de R. solani de beldroega, caruru e joá-de-capote pertençam aos grupos 3 ou 4 de anastomose e são patogênicos à batata. Os resultados deste trabalho trarão implicações importantes para o manejo das podridões radiculares de Rhizoctonia em batata. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FÁTIMA APARECIDA DA SILVA-BARRETO; WAGNER VICENTE PEREIRA; MAISA BOFF CIAMPI; MARCOS PAZ SARAIVA CÂMARA; PAULO CEZAR CERESINI. Associação de Rhizoctonia solani Grupo de Anastomose 4 (AG-4 HGI e HGIII) à espécies de plantas invasoras de área de cultivo de batata. Summa Phytopathologica, v. 36, n. 2, p. 145-154, . (04/01793-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.