Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo integrado das bases fisiopatologicas e farmacologicas da terapeutica da hipertensao arterial refrataria.

Resumo

O diagnóstico de Hipertensão Refratária (HAR) estritamente implica na participação de fatores biológicos na fisiopatogenia e fisiopatologia desta síndrome. Este projeto temático visa cientificamente integrar novos conhecimentos sobre esta síndrome pouco conhecida em seus seguintes aspectos principais: 1- Farmacológico e farmacogenético da terapêutica antihipertensiva; 2- Morfológico e funcional (remodelamento cardiovascular e disfunção vascular - endotelial/não endotelial); 3- Moleculares e bioquímicos (receptores e sistemas enzimáticos, principalmente dos sistemas da óxido nitrico-sintase e da enzima conversora de angiotensina); 4- Epidemiológico (adesão a medidas farmacológicas e não farmacológicas, e qualidade de vida). Para tanto, estudos em pacientes com HAR e em modelo animal que mimetiza a HAR serão conduzidos pelo Laboratório de Farmacologia Cardiovascular e Hipertensão nos próximos quatro anos. Espera-se que os conhecimentos gerados contribuam para a melhor compreensão desta síndrome, propiciando abordagem terapêutica mais racional, além do aprimoramento e formação de pesquisadores. fato inerente ao projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)