Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao da partida em sistemas anaerobios mesofilicos com elevada concentracao de solidos totais inoculados com percolado tratando fracao organica dos residuos solidos urbanos

Processo: 97/09836-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 1997 - 31 de dezembro de 1999
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Básico
Pesquisador responsável:Jurandyr Povinelli
Beneficiário:Jurandyr Povinelli
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Chorume  Resíduos urbanos  Digestão anaeróbia 

Resumo

A disposição dos resíduos sólidos urbanos gerados pelas comunidades constitue, nos nossos dias, um grave problema a ser enfrentado e solucionado pelas administrações municipais. O processo de disposição mais utilizado é o aterro, por ser o mais simples e o de menor custo. No entanto, o que se observa é um total descuido com essas obras, originando sérios problemas ambientais. Por outro lado nessa solução "enterram-se" todos os materiais, alguns dignos de serem reaproveitados. Quando se procede a uma coleta seletiva, podem-se separar as frações, e cada uma pode ter um destino diferente no processo de reciclagem. Assim a fração orgânica "putrescível" dos resíduos sólidos urbanos, aqui denominada FORSU, pode ser submetida a processos de tratamento vários podendo-se citar os processos anaeróbios e dentre estes o uso de biorreatores com elevada concentração de sólidos. Trata-se de uma solução de reaproveitamento da matéria orgânica, podendo gerar energia, e é aplicável a municípios de pequeno e médio portes. Embora esta metodologia seja conhecida, há necessidade de estudos aprofundados sobre a aplicação de técnicas de inoculação e recirculação do percolado visando obter-se uma digestão mais eficiente e mais rápida. Na presente investigação será utilizada atração orgânica de um resíduo coletado e caracterizado especialmente para funcionar como substrato durante o experimento. Como inóculo será utilizado o percolado de um reator anaeróbio que se encontra estável e em operação há algum tempo, no Laboratório de Processos Anaeróbios do Departamento de Hidráulica e Saneamento da EESC/USP. O trabalho em uma primeira etapa prevê a adição do inóculo, em diferentes percentuais, em reatores de pequeno volume, carregados com a FORSU, para se obter a melhor relação inoculo/sólidos totais (I/S.T.), para uma mais eficiente partida do sistema. Conhecida a melhor relação I/ST, numa segunda etapa, um reator de volume útil de 236 L será carregado com a FORSU, inoculado e operado em batelada, recirculando o percolado. O sistema com estas características será monitorado, analisando-se os produtos metabólicos, controlando-se os parâmetros ambientais e medindo-se as concentrações de ácidos voláteis e metano produzidas. Com essas providências poder-se-á observar a melhor eficiência do processo nas condições operacionais empregadas durante esta etapa. Paralelamente será estudado o potencial bacteriano do inóculo utilizado nas duas fases, através de uma série de experimentos, empregando-se diferentes substratos sintéticos, e observando-se as respostas metabólicas e a composição bacteriana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)