Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo imuno-histoquimico do infiltrado inflamatorio na vilosite chagasica. analise qualitativa e quantitativa.

Resumo

A transmissão transplacentária do Trypanosoma cruzi pode ocorrer em qualquer fase da doença de Chagas materna. Dependendo da intensidade da infecção congênita pode ocorrer aborto, morte fetal, retardo de crescimento ou recém-nascidos assintomáticos. O T cruzi alcança a circulação fetal após penetrar nas vilosidades coriais placentárias onde suscita uma reação inflamatória. A intensidade e o tipo da reação inflamatória é variável. O objetivo do trabalho é avaliar quantitativamente e qualitativamente o infiltrado mononuclear na vilosite chagásica, usando um painel de anticorpos monoclonais em secções de parafina, através da imuno-histoquímica (método ABC). Serão examinadas 6 placentas com vilosite chagásica e 8 controles, sem vilosite. Os anticorpos utilizados serão: UCHL1, L26, M1 (CD15), MAC 387, HAM 56 e Proteína S100. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)