Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto de tecnologias bioativas em dentina alterada por desgaste dentário erosivo ou pós irradiado por radioterapia: análise biológica por zimografia in situ e físico mecânicas relacionadas

Processo: 23/05793-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2024 - 31 de março de 2026
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Linda Wang
Beneficiário:Linda Wang
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Giovanna Speranza Zabeu ; Marina Ciccone Giacomini Belei ; Paulo Sérgio da Silva Santos
Assunto(s):Dentística  Adesivos dentinários  Ângulo de contato  Bioatividade  Hipersensibilidade  Dentina  Zimografia 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adesivos dentinários | angulo de contato | bioatividade | dentina | hipersensibilidade dentária | zimografia | Dentística

Resumo

Abordagens pautadas em biotecnologia têm sido um direcionamento notável na prevenção e resolução de lesões dentárias na Odontologia. Com a variedade de opções e inovações, há a necessidade de se investigar mais profundamente as possibilidades efetivas nos diversos desafios clínicos em que certamente a dentina é um dos substratos mais acometidos. Dentre os cenários clínicos atualmente mais prevalentes que acometem a dentina, o desgaste dentário erosivo (DDE) e a cárie de irradiação pós radioterapia são condições que requerem reforço do tecido dentinário para minimizar os danos causados. Produtos com ingredientes e tecnologias com propostas diferenciadas para as distintas situações clínicas são importantes para respostas teciduais mais efetivas. Formulações à base de biovidros ou de partículas como xerogel como a tecnologia S-PRG (Giomer) são formuladas com potencial de indução na formação de compostos mais estáveis e reforçar o substrato por mecanismos diferentes. Já em casos em que produtos adesivos sejam necessários para uma intervenção restauradora, produtos à base de monômeros funcionais têm apresentado alta evidência de êxito em relação à união ao substrato. Novas possibilidades com inclusão simultânea de produtos classificados como bioativos levam a ajustes que possam contribuir no potencial biológico, mas que podem resultar em implicações na propriedade adesiva. Desta forma, uma vez que o propósito central desses ingredientes bioativos seja de induzir a benefícios diretos à dentina, métodos biológicos se tornam interessantes para ampliar a análise de sua eficiência físico-mecânica em diferentes casos. Nesse cenário, o papel de agentes capazes de inibir e/ou controlar enzimas proteolíticas intrínsecas da dentina, como as metaloproteinases da matriz dentinária (MMPs) no processo de preservação da matriz orgânica tem produzido evidências interessantes, além da aparente simples proposta de remineralização. Este estudo se propõe à análise essencialmente da resposta biológica frente ao potencial de inibição de MMPs com uso de diferentes agentes bioativos. Três substratos serão avaliados: dentina hígida, dentina erodida e dentina irradiada pós radioterapia. Incialmente, pastas indicadas para controle de desmineralização/ remineralização serão avaliadas, Biomin F (biovidro) e pasta S-PRG 5% (xerogel) nesses três substratos, sendo a Colgate Total 12 uma pasta controle, pois podem ser aplicadas também nos momentos iniciais e de controle das demais condições clínicas de dentina exposta. Serão analisadas semi-quantitativamente em Microscopia de Varredura Confocal a Laser em termos de caracterização da superfície e longitudinalmente. Também serão avaliados quantitativamente por esta microscopia em termos de atividade gelatinolítica por zimografia in situ. Análises adicionais para se avaliar o grau de molhamento e microdureza destes substratos antes e depois do tratamento com estas pastas serão realizadas. Em etapa seguinte, sistemas adesivos autocondicionantes e universais autocondicionantes serão comparados, sem ou com a presença de tecnologia bioativa. Estudos in vitro em curso tem mostrado que os sistemas com partículas da tecnologia S-PRG não têm apresentado resistência de união superior. Sistemas adesivos autocondicionantes Clearfil SE Bond e FL Bond II serão comparados aos sistemas universais (modo autocondicionante) Adper Single Bond Universal e Beautibond Xtreme. Apenas o sistema FL Bond II contém esta tecnologia, porém sua versão correspondente universal apresenta base monomérica similar para que as análises possam ser mais comparáveis com os sistemas à base do monômero 10-MDP incluídas neste estudo. Após o protocolo recomendado por cada fabricante para a adesão em dentina, estes mesmos 3 tipos de substratos serão analisados por zimografia in situ e também por viscosidade e grau de molhamento para interrelacionar a capacidade de interação desses sistemas com os substratos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)