Busca avançada
Ano de início
Entree

Abordagem Terapêutica Emergente para o Câncer de Bexiga Não-Músculo Invasivo Mediante a Inibição da Monoamina Oxidase-A: Avaliação do Potencial Terapêutico do ImmunoClor

Processo: 23/15929-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2024 - 28 de fevereiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Wagner José Fávaro
Beneficiário:Wagner José Fávaro
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Andrigo Barboza de Nardi ; Bianca Ribeiro de Souza ; Gabriela de Oliveira ; Marcelo Bispo de Jesus ; Nelson Eduardo Duran Caballero ; Paulo Henrique Ferreira Caria
Assunto(s):Neoplasias da bexiga  Clorgilina  Imunoterapia  Procedimentos cirúrgicos urológicos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Câncer de Bexiga | Clorgilina | ImmunoClor | imunoterapia | Monoamina Oxidase | Cirurgia Urológica

Resumo

A imunoterapia com Bacillus Calmette-Guerin (BCG) tem sido o tratamento padrão-ouro para o câncer de bexiga não-músculo invasivo (CBNMI) por quase meio século. No entanto, muitos pacientes com doença de alto risco apresentam recorrência, incluindo aqueles que progridem e eventualmente não respondem ao BCG. Durante décadas, além da cistectomia radical, poucas opções terapêuticas existiam para essa população de risco. No entanto, o advento de novos agentes imunoterápicos transformou o tratamento de vários tipos de tumores, incluindo o carcinoma urotelial. Essas imunoterapias têm apresentado resultados promissores no tratamento do câncer de bexiga. Nesse cenário, nosso grupo de pesquisa desenvolveu a imunoterapia OncoTherad® (MRB-CFI-1), a qual tem apresentado resultados positivos no tratamento do câncer, em especial o CBNMI. Com base nos estudos pré-clínicos, clínico-veterinários e clínicos Fase 1/2 em seres humanos realizados nos últimos anos, a imunoterapia OncoTherad® (MRB-CFI-1) representa uma nova abordagem para combater lesões malignas de alto grau ainda na bexiga urinária, antes de se espalharem para tecidos e órgãos adjacentes. Entretanto, as novas imunoterapias, incluindo o OncoTherad®, ainda precisam superar a eficácia do BCG. Devido à complexidade inerente da resposta imune, a seleção de pacientes e o desenvolvimento de biomarcadores para orientar a identificação de pacientes que obterão o maior benefício de uma determinada imunoterapia permanecem críticos. A maioria das imunoterapias funciona através do aumento das respostas antitumorais das células T CD8+, que podem ser bastante limitadas pelo microambiente tumoral (TME) imunossupressor. Nos últimos anos, vários estudos demonstraram a regulação positiva de monoamina oxidase-A (MAO-A) em tecidos neoplásicos em comparação com tecidos normais e, a expressão de MAO-A foi associada à metástase e diminuição da sobrevida global em vários tipos de cânceres. O papel da MAO no câncer de bexiga ainda é pouco explorado. Os relatos na literatura são escassos quanto às funções e tipos de MAO no tecido vesical normal e neoplásico. Ainda, não há estudos que investigaram a associação da MAO e seus inibidores em melhorar as respostas das imunoterapias no câncer de bexiga. Assim, a inibição química da MAO-A pode ser uma abordagem terapêutica valiosa para o tratamento do CBNMI. Assim, a realização desse projeto objetiva caracterizar os efeitos antitumorais e tóxicos de um novo produto imunoterápico, o ImmunoClor, formado a partir da associação da plataforma imunoterápica CFI-2 [Complexo Fosfato Inorgânico-2, semelhante ao OncoTherad® (MRB-CFI-1)] à um inibidor da MAO-A, a clorgilina. Pela importância do desenvolvimento de novos fármacos e/ou associações terapêuticas para câncer no Brasil, que sabidamente gasta grande parcela dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) na compra de fármacos importados e, ainda no caso em particular do câncer de bexiga, em que se utiliza oncoBCG com todas as suas conhecidas limitações no tratamento de pacientes à falta de substitutos adequados, o desenvolvimento desse estudo é essencial levando-se em conta os objetivos propostos e os resultados projetados. A criação de produtos de base tecnológica especialmente aplicáveis na área da saúde trazem retorno imediato para a sociedade civil do investimento feito em pesquisas nas universidades. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)