Busca avançada
Ano de início
Entree

Suplementação com propionato de cromo para ovelha gestante alimentada com diferente nível nutricional e seu efeito na matriz e progênie

Processo: 23/08188-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2024 - 31 de janeiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Sarita Bonagurio Gallo
Beneficiário:Sarita Bonagurio Gallo
Instituição Sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Pesquisadores associados:João Alberto Negrão ; Luis Orlindo Tedeschi ; Miguel Henrique de Almeida Santana ; Nara Regina Brandão Cônsolo ; Paulo Roberto Leme
Assunto(s):Eficiência  Expressão gênica  Metabolômica  Ovinos  Desenvolvimento fetal  Qualidade da carne 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:desempenho | expressão gênica | Metabolomica | Ovinos | Programação Fetal | qualidade de carne | Avaliação de alimento

Resumo

O cromo é um mineral que vem sendo estudado com suplemento nutricional na produção animal. Sua capacidade de amplificar a sinalização insulínica intracelular aumenta a eficiência da repartição energética no organismo, e pode ter ação antioxidante, sobretudo em fases de demanda nutricional elevada e situações de estresse metabólico, como é a fase final da gestação. O objetivo do projeto é avaliar a suplementação de propionato de cromo em dietas com níveis diferentes de nutrientes, no final da gestação de ovelhas, e avaliar o efeito na matriz e nos descendentes. Para avaliar a eficiência da suplementação com cromo será mensurado tanto na ovelha quanto na progênie em relação ao desempenho, produção de leite, qualidade do colostro, parâmetros sanguíneos, expressão genica e metabolômica. O experimento ocorrerá no Setor de Ovinocultura da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo. Será utilizado um rebanho de 108 ovelhas que serão divididas em blocos casualizados, pelo tipo de parto, em fatorial de 3 x 2, sendo três níveis de nutrição e (2) com ou sem cromo. A suplementação com cromo será de 0.5 mg de propionato de cromo/kg/MS. CTL, alimentadas com 100% da recomendação nutricional, mas sem a suplementação de cromo; CTLCR, similar CTL, mas com suplementação de cromo. LOW, alimentadas com 80% da recomendação nutricional e sem cromo; LOWCR, similar LOW mais cromo. PLUS, alimentadas com 120% da recomendação e sem cromo, PLUSCR, com dieta idem a PLUS e cromo. Os animais serão divididos e tratados a partir dos 100 dias de gestação (DG) e encerrando a suplementação no parto. As coletas de sangue ocorrerão aos 135 DG e aos 15 e 60 dias de lactação nas matrizes para as análises de concentrações séricas de glicose, insulina, NEFA, BHB, cálcio e fósforo. A coleta de colostro ocorrerá de 72 a 48h antes do parto, sendo analisadas a composição nutricional, IgG, IgM e perfil antioxidante. A coleta de leite ocorrerá aos 15 dias de lactação, sendo analisado a composição química e o perfil de ácidos graxos. Na prole, coletas de sangue serão realizadas às 24h, 15 e 60, sendo analisadas concentrações de IGF-1 (somente às 24h), glicose, insulina. Cordeiros machos serão confinados dos 60 aos 120 dias de vida, onde a IMS será mensurada diariamente e peso vivo, mensalmente. Após o abate, será avaliado parâmetros de carcaça, carne, vísceras e tecido adiposo. Na ovelha e no cordeiro será coletado material (tecido e sangue) para análises de genes específicos e para as análises de metabólitos. Para análise estatística será utilizando PROC MIXED e comparação das médias por teste Tukey a 5% de probabilidade. A hipótese é de que o cromo amenizará as consequências do déficit energético, no caso das dietas de baixa nutrição, e aumentará a eficiência do uso da energia excedente, no caso das dietas com mais energia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)