Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção de metabólitos secundários de Actinobactérias com atividade inibitória frente a fungos patogênicos clínicos e ambientais

Processo: 22/16198-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2023 - 31 de outubro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Angelica Zaninelli Schreiber
Beneficiário:Angelica Zaninelli Schreiber
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Derlene Attili de Angelis ; Fabiana Fantinatti Garboggini ; Marili Villa Nova Rodrigues ; RENE FLORES CLAVO
Bolsa(s) vinculada(s):24/01057-0 - Avaliação de extratos brutos de Actinobactérias com atividade inibitória frente a fungos patogênicos clínicos e ambientais, BP.TT
Assunto(s):Actinobacteria  Fungos patogênicos  Micologia 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Actinobactérias | Atividade frente a fungos com mutações que conferem resistência | fungos patogênicos | Metabólitos com atividade Antifúngica | Novas alternativas terapêuticas | Resistência aos antifúngicos comerciais | Micologia

Resumo

A resistência antifúngica é um problema crescente no setor de saúde pública, com drástica redução da eficácia de antifúngicos clássicos, como os azólicos. Milhares de pessoas morrem anualmente por infecções fúngicas associadas ao uso prolongado de antibióticos de amplo espectro, terapias imunossupressoras, internações em UTIs, queimaduras extensas, grandes cirurgias, malignidade e, atualmente, devido à pandemia de COVID-19. Leveduras dos gêneros Candida e Cryptococcus e fungos filamentosos como espécies de Aspergillus e fungos dematiáceos são relevantes agentes causais. O restrito arsenal terapêutico antifúngico disponível, a detecção de espécies naturalmente resistentes ou portadores de mutações que conferem resistência, apontam a necessidade da busca de novas alternativas terapêuticas. A riqueza da biodiversidade brasileira é um potencial para o desenvolvimento de fármacos. O conhecido potencial antimicrobiano de metabólitos produzidos por actinobactérias e a disponibilidade destes isolados na CBMAI-Unicamp, originou a proposta de pesquisar o potencial químico dessas espécies para avaliação frente a isolados fúngicos, mantidos nas coleções CBMAI e LIF em busca de novos ativos antifúngicos. Serão produzidos extratos de actinobactérias cuja atividade será avaliada frente aos primeiros isolados de Aspergillus fumigatus portadores de mutações de resistência reportados no Brasil (Coleção LIF-FCM-UNICAMP), uma variedade de fungos demáceos ambientais (CBMAI) e leveduras e fungos filamentosos isolados de pacientes do HC-UNICAMP. Serão realizados testes de antagonismo e disco difusão para triagem dos extratos brutos mais promissores, seguido de microdiluição em caldo dos extratos brutos para seleção dos que serão então submetidos à análise química detalhada, e fracionamento para determinação do princípio ativo. Todos os isolados serão identificados utilizando uma abordagem polifásica, preservados por métodos de longo termo e as informações associadas disponibilizadas nos catálogos da CBMAI e do LIF. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)