Busca avançada
Ano de início
Entree

Formas de inoculação com Azospirillum brasilense na cultura do sorgo consorciado ou não com capim-braquiária e efeito residual na cultura da soja: uma ferramenta sustentável de manejo do nitrogênio na agricultura de baixo carbono

Processo: 23/00422-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2023 - 30 de setembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Fernando Shintate Galindo
Beneficiário:Fernando Shintate Galindo
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Pesquisadores associados:José Lavres Junior ; Lucas William Mendes ; Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho ; Paulo Humberto Pagliari ; Ronaldo Cintra Lima ; Samuel Ferrari ; Vagner do Nascimento
Assunto(s):Agricultura  Produção agrícola  Sistemas de produção integrados  Mudança climática  Rizobactérias  Azospirillum brasilense  Capim braquiária  Sorgo  Soja 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:) Merrill | estoques de C e N no solo e acúmulos na planta | Glycine max (L | Rizobactérias | sistema soja | sorgo-braquiária | sistemas de produção integrados

Resumo

A inserção e desenvolvimento de sistemas agrícolas integrados, com culturas mais tolerantes à elevadas temperaturas, déficit hídrico e flexibilização quanto à produção de grãos e/ou forragem, como as culturas do sorgo e capim-braquiária, pode ser uma opção viável de otimização sustentável da agricultura de baixa carbono em regiões mais estressantes climaticamente e com solos de textura arenosa, realidade crescente frente às mudanças climáticas, desde que inserida em sistemas de produção adequados e associados a tecnologias que promovam maior resiliência a estes, e comprometida com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A adubação nitrogenada configura-se como um dos maiores custos no processo produtivo de culturas agrícolas não leguminosas. Não obstante, a cultura da soja requer grandes quantidades de N para obtenção de altas produtividades, apesar de grande parte do N na soja ser oriundo da fixação biológica de nitrogênio (FBN). Desenvolver técnicas de manejo que minimizem a necessidade de aplicação química de N, e melhor aproveitamento desse nutriente nos sistemas de produção é essencial para uma agricultura cada vez mais sustentável, produtiva e menos poluente. Pesquisas recentes vêm demonstrando o potencial de utilização da bactéria Azospirillum brasilense com viés de aumentar a eficiência de uso de fertilizantes aplicados e nutrientes no solo, principalmente por meio do maior crescimento radicular, além de uma pequena contribuição na FBN, otimizando o manejo de nutrientes e crescimento de plantas nos sistemas produtivos. Em complemento, o consórcio sorgo-braquiária é uma tecnologia onde se cultivam as duas espécies conjuntamente, tendo como objetivo a produção de grãos e palha de sorgo e palha ou forragem de braquiária, com inegáveis benefícios para a sustentabilidade da produção, sequestro de carbono e principalmente se considerada a imprevisibilidade climática, típica da atividade agrícola. Apesar de diversos estudos terem sido realizados nos últimos anos acerca da inoculação de A. brasilense em diferentes culturas, a maioria dos estudos não foca nos benefícios oriundos das formas de inoculação associada ou não ao consórcio sorgo-braquiária na otimização do sistema produtivo sorgo-soja. Dessa forma, se fazem necessários estudos que foquem não apenas nos benefícios do manejo da adubação nitrogenada nas culturas do sorgo-braquiária, mas também seu efeito residual e benefícios na cultura da soja. O objetivo da presente proposta é avaliar formas de inoculação com A. brasilense na cultura do sorgo consorciado ou não com capim-braquiária e efeito residual na cultura da soja, visando otimizar o manejo da adubação nitrogenada no sistema sorgo-soja. O projeto de pesquisa será desenvolvido entre 2023 e 2025 no município de Dracena - SP, pertencente à região da Nova Alta Paulista, em um Argissolo Vermelho distrófico típico de textura arenosa. O experimento será realizado em delineamento experimental em blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial 8 × 2 + 1: formas de inoculação com A. brasilense (inoculação nas sementes, no sulco de semeadura, área total e sem inoculação, combinados com 100% ou 75% da dose de N em cobertura recomendada para a cultura do sorgo) em consórcio ou não com o capim-braquiária. Os potenciais benefícios das formas de inoculação associada ao consórcio sorgo-braquiária serão avaliados na soja em sucessão, avaliando-se o efeito residual dos tratamentos supracitados. Um tratamento adicional em pousio na segunda safra (cultivo de sorgo) seguido de cultivo de soja solteira será considerado como controle absoluto. Serão determinados os acúmulos de N nos tecidos do sorgo, braquiária e soja, a eficiência de uso (EUN) e recuperação do N aplicado via fertilizante no sorgo utilizando-se da técnica de diluição isotópica com 15N. Em complemento, pretende-se avaliar o índice de clorofila foliar, a massa seca de parte aérea e raízes, nódulos (soja) e produtividade de grãos (sorgo e soja) e ma (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)