Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de novos nanoadsorventes através de protocolos verdes e suas aplicações na remoção de poluentes em águas

Processo: 22/14834-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2023 - 30 de junho de 2025
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:PATRICIA PREDIGER
Beneficiário:PATRICIA PREDIGER
Instituição Sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Bruno André Fernandes de Jesus da Silva Nunes ; Melissa Gurgel Adeodato Vieira ; Rafael de Lima Oliveira
Assunto(s):Adsorção  Antibióticos  Contaminantes emergentes  Membranas  Óxido de grafeno  Carbono 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adsorção | Antibióticos | Carbonos Porosos | contaminantes emergentes | membranas | Óxido de Grafeno | Preparo de materiais e adsorção

Resumo

O presente projeto se refere à síntese de novos nanoadsorventes através de protocolos baseados nos princípios da química verde, suas caracterizações e aplicações na remoção de diversos poluentes em águas. O projeto conta com duas frentes, sendo que a primeira delas visa à preparação de óxido de grafeno reduzido (rGO) e funcionalizado com sal de amônio quaternário, ambos produzidos por rota verde. No que tange o novo material rGO catiônico, acredita-se que o mesmo exibirá propriedades únicas provenientes do rGO carregado positivamente, que conferirá uma potencial capacidade adsorvente para poluentes orgânicos ricos em elétrons. Após, o material será incorporado em membranas poliméricas que serão aplicadas na remoção de corantes e fármacos em águas. As membranas atuarão como suporte para o rGO, facilitarão sua remoção do meio após a adsorção e possibilitarão ensaios de filtração de poluentes. Será realizada a otimização do processo de remoção dos poluentes, bem como, serão estudadas as adsorções em sistemas multicomponentes. Além disso, serão realizados estudos cinéticos, de equilíbrio e termodinâmico, bem como também, de reutilização das membranas. A segunda frente trata da preparação de carbonos mesoporosos a partir de sacarose e de resíduos plásticos. Os carbonos porosos serão dopados e usados na geração de compósitos magnéticos, os quais serão caracterizados por diversas técnicas, incluindo curva de magnetização. O design destes novos nanoadsorventes foi planejado com o intuito de se obter materiais novos com estruturas porosas tridimensionais dopadas com cátions metálicos (Na+, Mg2+ e Al3+) ou heteroátomos incorporados ao biopolímero ágar ou a nanopartículas de ferro verde reticuladas com proantocianidina. Os adsorventes sintetizados serão empregados na remoção de antibióticos, corantes e outros fármacos. Será realizada a otimização do processo de adsorção variando-se diversos parâmetros e serão estudadas as cinéticas, isotermas e parâmetros termodinâmicos ligados ao processo de adsorção. Além disso, as novas partículas magnéticas poderão ser removidas do meio aquoso pelo uso de um imã, o que facilita o processo de remoção, bem como, sua reutilização após o uso, que também será investigada. Adicionalmente, planeja-se estudar a eficácia de remoção do antibiótico ciprofloxacino, um contaminante emergente de origem antropogênica frequentemente detectado em efluentes domésticos, através do processo de adsorção nos compósitos, usando-se testes de toxicidade padronizados como avaliação de biomarcadores em espécies aquáticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)