Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenômica e caracterização dos genomas organelares de representantes do complexo Laurencia (Rhodomelaceae, Rhodophyta)

Processo: 22/13278-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2023 - 30 de abril de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Valéria Cassano
Beneficiário:Valéria Cassano
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Abel Senties Granados ; Claudia Maria Ligia Collado Vides ; Goia de Mattos Lyra ; Mariana Cabral de Oliveira ; Mutue Toyota Fujii
Assunto(s):Filogenia  Macroalgas  Algas marinhas  Algas vermelhas  Sistemática  Laurencia  Rhodophyta 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Algas vermelhas | Filogenômica | Laurencia sensu lato | Sistematica | Taxonomia e filogenia de macroalgas marinhas

Resumo

O complexo Laurencia é altamente diverso em número de gêneros e espécies e abriga atualmente oito gêneros: Laurencia sensu stricto, Osmundea, Chondrophycus, Palisada, Yuzurua, Laurenciella, Ohelopapa e Corynecladia. O complexo possui um histórico taxonômico bastante conflituoso, espécies mal delimitadas com grande plasticidade fenotípica e dificuldade no reconhecimento de alguns gêneros proximamente relacionados. Estudos moleculares têm gerado propostas importantes de circunscrição genérica e específica. Contudo, análises filogenéticas recentes usando marcadores únicos, plastidial ou mitocondrial do tipo DNA Barcode, têm revelado incongruências entre esses marcadores na delimitação específica, assim como complexos de espécies em diferentes gêneros. As relações filogenéticas entre gêneros e espécies não estão bem resolvidas, especialmente para o gênero Laurencia s.s., o mais especioso do complexo. Estudos disponíveis sobre a filogenômica e a organização genômica de algas do complexo Laurencia são extremamente escassos mundialmente e inexistentes no Brasil. Este projeto propõe gerar genomas organelares de espécies representativas do complexo Laurencia visando investigar suas relações evolutivas usando análise filogenômica. Os dados levantados constituirão um trabalho de sistemática amplo e relevante, envolvendo aspectos moleculares e também morfológicos do complexo Laurencia no Brasil e no Oceano Atlântico, resultando na clara delimitação de gêneros e espécies e no entendimento das suas relações evolutivas. Além disso, fornecerá subsídios valiosos, em um contexto mais amplo, para abordagens comparativas sobre o conhecimento da biodiversidade e distribuição geográfica das espécies em regiões tropicais e subtropicais. O estudo morfológico e molecular do complexo Laurencia no Oceano Atlântico tropical e subtropical tem sido desenvolvido em projetos de cooperação internacional com o México, Espanha (Ilhas Canárias), Portugal (Arquipélago dos Açores e Madeira), EUA, Venezuela e Cuba. Na presente proposta, incorporamos pela primeira vez análises genômicas como um passo imprescindível para o conhecimento da diversidade, distribuição geográfica e afinidades filogenéticas desse complexo no Oceano Atlântico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)