Busca avançada
Ano de início
Entree

Diodos emissores de luz (LEDs) baseados em heteroestruturas bidimensionais de Van der Waals para aplicações em telecomunicações e sensoriamento

Processo: 22/08932-9
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2023 - 31 de janeiro de 2025
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Telecomunicações
Convênio/Acordo: Universidad de Antioquia (UdeA)
Pesquisador responsável:Eunezio Antonio de Souza
Beneficiário:Eunezio Antonio de Souza
Pesq. responsável no exterior: Juan Diego Zapata Caro
Instituição no exterior: Universidad de Antioquia (UdeA), Colômbia
Instituição Sede: Escola de Engenharia (EE). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Ana Maria Cardenas Soto ; David Steinberg ; Henrique Guimarães Rosa ; Jhon James Granada Torres ; Lúcia Akemi Miyazato Saito
Assunto(s):Óptica e fotônica  LED  Materiais bidimensionais  Heteroestruturas  Sensoriamento 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:heteroestruturas bidimensionais | Led | materiais 2D | van der Waals | Óptica e Fotônica

Resumo

Heteroestruturas de Van der Waals (VDWH) feitas por deposição camada por camada de materiais bidimensionais (2D) como grafeno e dicalcogenetos de metais de transição (TMDs) são objeto de intensa pesquisa recente com uma ampla variedade de aplicações optoeletrônicas e fotônicas. Os grupos proponentes têm uma vasta experiência em materiais 2D totalmente em fibra baseados em absorvedores saturáveis. De fato, como um dos resultados da colaboração anterior entre UdeA-Mackenzie, demonstramos talvez o melhor (em termos de estabilidade e duração de pulso) laser de fibra de grafeno relatado até agora. Aqui, propomos os processos de projeto, montagem e caracterização, passando de uma ou poucas camadas de grafeno para um VDWH mais sofisticado com outros materiais 2D, onde as propriedades ópticas podem ser controladas eletronicamente. Neste projeto, investigaremos diodos optoeletrônicos emissores de luz (LEDs) compactos baseados em semicondutores 2D que encontram aplicações em (mas não limitados a) sistemas de comunicação óptica. O dispositivo tem em comum a capacidade de heteroestruturas de materiais 2D gerarem emissão de luz variando a densidade de carga (aplicando um sinal de tensão). Os nanomateriais 2D têm atraído atenção significativa devido às suas fascinantes propriedades ópticas e elétricas, especialmente o grupo de semicondutores dicalcogenetos de metais de transição (TMDs), que possuem estrutura de banda ajustável, transição eletrônica de banda direta, altas energias de exciton e fortes propriedades de conversão de frequência (segundo e terceira geração harmônica) em função do número de camadas, tornando-as candidatas potenciais para aplicações optoeletrônicas nas regiões espectrais da luz visível e infravermelha. Esses materiais apresentaram uma série de propriedades excitantes sendo responsáveis por desencadear estudos intensivos de dispositivos optoeletrônicos de última geração, como fotodetectores e LEDs. Para a última aplicação, as propriedades de emissão de luz, que incluem fotoluminescência (PL) e eletroluminescência (EL), podem ser moduladas e ajustadas por efeitos de substrato, temperatura, geometrias, arquitetura do dispositivo, método de injeção de corrente e dopagem eletrostática/química. Esta proposta pode contribuir muito para a engenharia de materiais 2D de transmissores ativos de alta velocidade ultracompactos (LEDs, lasers e moduladores), que são elementos cruciais de aplicações de telecomunicação e sensoriamento por ondas de luz. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)