Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito do silenciamento da MMP9 pelo sistema CRISPR-Cas9 concomitante ao uso do BCG e anti-PDL1 no tratamento do Câncer de Bexiga: estudo in vivo

Processo: 22/02288-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2023 - 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Sabrina Thalita dos Reis Faria
Beneficiário:Sabrina Thalita dos Reis Faria
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Juliana Alves de Camargo ; Kátia Ramos Moreira Leite ; Ruan César Aparecido Pimenta ; William Carlos Nahas
Assunto(s):Urologia  Neoplasias da bexiga  Vacina BCG  Metaloproteinase 9 da matriz  CRISPR-Cas9  Proteína 9 associada à CRISPR  Repetições palindrômicas curtas agrupadas e regularmente espaçadas  In vivo 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:anti-PDL1 | Bcg | Câncer de Bexiga | Cas9 | Crispr | metaloproteinase de matriz | Urologia

Resumo

O Câncer de Bexiga (CaB) é o décimo tipo de câncer mais comum entre ambos os sexos, responsável por cerca de 5% de todos os casos novos de câncer. É uma doença de morbidade e mortalidade importante, sendo que o prognóstico está diretamente relacionado com o estadiamento do tumor. Nos casos de doença restrita à camada urotelial da parede vesical (pTa e pT1), o tratamento é realizado, a princípio, com o intuito de preservação da bexiga, reduzindo desta forma o impacto na qualidade de vida do paciente. Nos casos de tumores superficiais de alto risco, as taxas de recidiva local e progressão para doença músculo-invasiva (pT2) são importantes, correspondendo a quase 50% dos casos. Diversos fatores estão relacionados a capacidade de invasão tumoral, dentre eles, a expressão aumentada das metaloproteinases de matriz, como a MMP-9. OBJETIVO: Analisar o efeito do tratamento intra-vesical utilizando a técnica de edição gênica de CRISPR-Cas9 do tumor urotelial de bexiga localizado, e o efeito sinérgico deste bloqueio com o uso de BCG e anti-PDL1. MÉTODOS: Inicialmente, será realizada a inserção das sequências de RNAs guias (sgRNA) para sequências-alvo no gene da MMP-9 no plasmídeo PX-330. Em seguida, os plasmídeos já com os insertos serão transfectados na linhagem celulares MB49, a seguir, serão realizadas análises de expressão gênica e proteica por meio de qPCR e Western-blotting, respectivamente, bem como ensaio de in vitro de migração celular. Finalmente, será estabelecido o modelo animal murino ortotópico em camundongos (C57/Bl6) para CaB utilizando células da linhagem MB49-luc, após o estabelecimento do modelo animal. Estes serão divididos em sete grupos sendo grupo scramble, grupo CRISPR-MMP9, grupo BCG, grupo anti-PDL1, grupo CRISPR-MMP9 + BCG, grupo BCG + anti-PDL1 e grupo CRISPR-MMP9 + BCG + anti-PDL1. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)