Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação das células trofoblásticas placentárias de camundongos através da histoquímica de lectinas

Processo: 94/00861-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 1994 - 31 de dezembro de 1995
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Aureo Tatsumi Yamada
Beneficiário:Aureo Tatsumi Yamada
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Placenta  Trofoblastos  Lectinas 

Resumo

Na interação materno-fetal, a placenta desempenha um importante papel como órgão de interface entre o organismo materno e fetal. Nos camundongos, este complexo órgão organiza-se em três camadas no lado fetal, onde são encontradas três populações distintas de células trofoblásticas. No presente projeto, serão utilizadas 16 tipos de lectinas, em técnicas histoquímica e citoquímicas, para selecionar aquelas com afinidade preferencial ou seletiva para os diferentes tipos de células trofoblásticas. O método será utilizado na identificação de trofoblastos de camundongos de materiais coletados do oitavo dia até o décimo oitavo dia de gestação, e processados para reações ao nível da microscopia fotônica e eletrônica. Serão realizadas SDS-PAGE de homogenados de cones ectoplacentários ou placentas em vários estágios de desenvolvimento, que depois de transferidos em membranas de nitrocelulose serão submetidos a reações com lectinas. Os dados obtidos pela metodologia proposta deverá definir as lectinas como marcadores celulares seletivos de um ou mais tipos de células trofoblásticas, assim como os seus possíveis glicoconjugados-substratos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)