Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da paridade e da idade na condrogênese e na osteogênese da sínfise púbica em camundongos: uma abordagem morfológica e molecular de potenciais fatores de risco para o prolapso de órgãos pélvicos

Processo: 21/01504-9
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2022 - 31 de outubro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Sílvio Roberto Consonni
Beneficiário:Sílvio Roberto Consonni
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução  Condrogênese  Osteogênese  Gravidez  Sínfise pubiana  Fatores de risco  Prolapso de órgão pélvico  Modelos animais 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Condrogênese | gestação | osteogênese | remodelação tecidual | sínfise púbica | Biologia da Reprodução

Resumo

Durante a prenhez, o canal de parto se remodela para permitir um parto seguro. Nessa remodelação, uma das estruturas que passa por modificações é a junção fibrocartilaginosa, conhecida por sínfise púbica, metabólica e hormonalmente regulada durante a prenhez. Essas modificações resultam no afastamento dos ossos púbicos pela formação de um ligamento interpúbico cuja conexão ao osso se dá pela presença da entese, uma estrutura de ligação entre o osso e o ligamento, formada com gradações fibrocartilaginosas, e de organização diferencial dos componentes de matriz extracelular. Após o primeiro parto, com participação dos tecidos (ósseo e fibrocartilaginoso) que formam a ligação, o processo de retorno assegura a homeostase e estabilidade mecânica dos tecidos pélvicos. Sucessivos partos influenciam na recuperação da histoarquitetura articular, onde ocorre a diferenciação de fibrocondrócitos e osteócitos. Contudo, são pouco conhecidos os efeitos da multiparidade e da idade nas células e na matriz extracelular da entese da sínfise púbica durante o retorno pós-parto, articulação esta que faz parte do canal do parto, e conhecer tais potenciais fatores de risco pode auxiliar na compreensão da fisiopatologia do Prolapso de Órgãos Pélvicos (POP). Deste modo, o presente estudo buscará compreender as alterações da entese em camundongos fêmeas multíparas senescentes (matrizes reprodutivas) durante a prenhez e pós-parto em comparação às fêmeas primíparas. Assim, a proposta de estudo das alterações durante a prenhez e no pós-parto em órgãos e estruturas no canal do parto de camundongos multíparos senescentes, tem a relevância e o potencial impacto para fornecer bases para compreender disfunções dos mecanismos biológicos capazes de modificar o canal do parto e a estabilidade pélvica na fisiopatologia do POP. Tal conhecimento inédito pode fundamentar estratégias, metodologias e tecnologias assistivas para qualidade de vida da mulher, já que as evidências celulares, matriciais e moleculares são reconhecidas por abrir perspectivas na compreensão do POP. É imperativo destacar que os fatores de risco devem ser reconhecidos antes do parto em mulheres, entretanto, na ocorrência de dor da cintura pélvica, são essenciais o diagnóstico baseado em exames clínicos e de imagem, bem como o diagnóstico diferencial por meio de moléculas, portanto, apenas uma combinação de diferentes ferramentas pode fornecer informações adequadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUSA, LIZANDRA MAIA; CASTELUCCI, BIANCA GAZIERI; SUAREZ, PAULA ANDREA SAENZ; DAMAS, INGRID IARA; MARIANO, FERNANDA VIVIANE; JOAZEIRO, PAULO PINTO; CONSONNI, SILVIO ROBERTO. Multiparity and Aging Impact Chondrogenic and Osteogenic Potential at Symphyseal Enthesis: New Insights into Interpubic Joint Remodeling. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 24, n. 5, p. 16-pg., . (21/01504-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.