Busca avançada
Ano de início
Entree

Ômega-3 e aspirina associados a antibióticos sistêmicos no tratamento periodontal de pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2: efeitos locais e sistêmicos, ações imunológicas e impacto na microbiota oral e intestinal

Processo: 21/14439-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2022 - 30 de setembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Nidia Cristina Castro dos Santos
Beneficiário:Nidia Cristina Castro dos Santos
Instituição Sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Giuseppe Alexandre Romito ; Magda Feres Figueiredo ; Sergio Atala Dib
Assunto(s):Periodontite  Tratamento periodontal  Imunomodulação  Diabetes mellitus tipo 2  Ácidos graxos ômega-3  Ácido acetilsalicílico  Antibióticos  Citocinas  Microbiota 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Antibióticos | citocinas | diabetes | Imunomodulação | Microbioma | Periodontite | Medicina Periodontal

Resumo

A terapia imunomoduladora com ácidos graxos poli-insaturados de ômega-3 (É-3) e aspirina em baixa dosagem (ASA) adjunta ao debridamento periodontal (DP) mostrou resultados superiores ao DP somente no tratamento da periodontite em dois estudos clínicos randomizados (RCT) com acompanhamento de 6 meses. No entanto, até hoje nenhum RCT controlado por placebo avaliou os efeitos dessa terapia associada à terapia mecânica com antibióticos sistêmicos. Sendo assim, o objetivo deste estudo multicêntrico é avaliar os efeitos locais e sistêmicos de É-3+ASA associados a metronidazol (MTZ) + amoxicilina (AMX) adjuntos ao DP em comparação com MTZ+AMX+DP no tratamento da periodontite Estágios III e IV, generalizada, Graus B e C em pacientes com Diabetes mellitus tipo 2. Adicionalmente, este estudo tem o objetivo de analisar o impacto imunológico e microbiológico destas abordagens. Assim, 123 pacientes com periodontite e Diabetes serão aleatoriamente distribuídos em 3 grupos (n=41/grupo) que receberão: (i) imunomoduladores (IM) (3g É-3+100mg ASA) associados a antibióticos sistêmicos (AS) (400mg MTZ+500mg AMX) adjuntos ao DP (Grupo IM+AS), (ii) AS (400mg MTZ+500mg AMX) e placebo de IM adjuntos ao DP (Grupo AS) ou (iii) Placebos e DP (Grupo controle). Os IM serão administrados por 6 meses e os AS, por 14 dias. Todos os participantes da pesquisa receberão avaliação clínica periodontal no baseline (BL), 3 e 6 meses pós-terapia. Amostras de sangue periférico serão coletadas no BL, 3 e 6 meses para a avaliação de variáveis bioclínicas, incluindo hemoglobina glicada, HOMA-IR, perfil lipídico, proteína C-reativa e interleucina-6. Amostras de fluido crevicular serão coletadas e analisadas por ensaio ELISA Multiplex no BL, 3 e 6 meses. Adicionalmente, amostras de biofilme subgengival e fecais serão coletadas para análise da microbiota oral e intestinal por sequenciamento do gene bacteriano 16S rRNA no BL e aos 6 meses. Os resultados do estudo proposto podem contribuir para a elucidação de importantes questões relacionadas à resposta do hospedeiro ao tratamento periodontal, além de demonstrarem repercussões sistêmicas e interações entre microbiota e hospedeiro em diferentes níveis após o tratamento periodontal em pacientes com Diabetes mellitus tipo 2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)