Busca avançada
Ano de início
Entree

Inhames e barbascos em processo de avaliação e seleção para aumento da diversidade em cultivo e dos modos de produção

Processo: 21/00999-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2022 - 30 de setembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Luís Carlos Bernacci
Beneficiário:Luís Carlos Bernacci
Instituição Sede: Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (APTA Regional). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Andrew Townsend Peterson ; Antonio Carlos Pries Devide ; Cássia Regina Limonta Carvalho ; Cláudia Mira Attanasio ; Cristina Maria de Castro ; Eliane Gomes Fabri ; Isabella Clerici de Maria ; Joaquim Adelino de Azevedo Filho ; Jonathan Andre Morales Marroquin ; José Carlos Feltran ; Juliana Rolim Salomé Teramoto ; Marco António Teixeira Zullo ; Maria Imaculada Zucchi ; Maria Teresa Vilela Nogueira Abdo ; Paulo Hercilio Viegas Rodrigues ; Renato De Giovanni ; Rose Marry Araújo Gondim Tomaz ; Valdemir Antonio Peressin
Bolsa(s) vinculada(s):23/15473-3 - Prospecção fitoquímica de carás/inhames e barbascos para fins alimentícios e aplicação industrial ou medicinal, BP.TT
23/10865-0 - Avaliação do comportamento de inhames e barbascos em sistema agroflorestal e a pleno sol: caracterização dos sistemas de produção, indicadores agronômicos e descritores morfológicos, BP.TT
23/10943-1 - Avaliação de descritores morfoagronômicos de inhames, preparação, incorporação e digitação e alimentação de dados no Herbário IAC, BP.TT
23/06930-1 - Manutenção e multiplicação de inhames (Dioscorea alata) e de barbascos (Dioscorea composita e Dioscorea floribunda) da coleção genética do IAC., BP.TT
Assunto(s):Dioscorea  Diosgenina  Inhame  Atributos funcionais de plantas  Germoplasma vegetal  Variação genética 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:agrobiodiversidade | amido e fibras alimentares | diosgenina | Distribuição potencial | plantas funcionais e medicinais | variabilidade morfológica e genética | Descritores morfoagronômicos, distribuição de espécies e aspectos ecológicos

Resumo

Neste projeto de pesquisa buscar-se-á explorar todas as potencialidades bem como o incremento da diversidade de inhames e barbascos (Dioscorea spp) da Coleção de Germoplasma do Instituto Agronômico - IAC, mediante análises morfoagronômicas, fitoquímicas (amido, amilose e diosgenina) e análises genéticas de diversidade, através de microssatélites, entre os diferentes espécies e acessos como subsídio à seleção para o melhoramento e cultivo. Serão produzidos e testados modelos de distribuição potencial a partir do Sistema BioGeo (http://biogeo.inct.florabrasil.net/) com base nos registros informatizados de herbário das espécies de ocorrência no Estado de São Paulo, registros não informatizados e dados de ocorrência de fontes bibliográficas (artigos, dissertações e teses, SinBiota, etc.), em apoio às coletas para introdução, manutenção e avaliações dos diferentes acessos, tanto nativos quanto exóticos, cultivados e/ou naturalizados no Estado, tendo em vista a comprovada importância alimentícia e industrial de várias espécies do gênero Dioscorea. O germoplasma obtido através de amostras de material propagativo (sementes e/ou estruturas vegetativas, especialmente tubérculos) localizado durante as expedições de coleta será preparado, incluindo multiplicação em casa de vegetação para 50-75 acessos. As informações de coleta associados aos vouchers de herbário retroalimentarão o Sistema BioGeo, possibilitando melhora nos modelos de distribuição baseado em nicho ecológico. Preferencialmente, em Agosto-Setembro/2021, os acessos coletados em áreas agrícolas serão cultivados, para avaliação quanto ao desenvolvimento e para multiplicação, a pleno sol. As espécies nativas, coletadas em fragmentos de vegetação remanescente, serão cultivadas no sub-bosque de área já florestada (SAF - Sistema Agroflorestal - implantado), especialmente visando a sobrevivência e ambientação, em Campinas. Simultaneamente, os materiais pré-selecionados (~ 26) da Coleção de Germoplasma, remanescentes ao longo dos anos, das avaliações anteriores, continuarão a ser cultivados (cultivo tradicional), para multiplicação, avaliações e caracterizações (morfo-agronômicas, fitoquímicas, etc.). Diferentes acessos de D. alata e pelo menos um acesso de cada uma das outras espécies serão avaliados em dois diferentes níveis de sombreamento, sob sombrite. Adicionalmente, no segundo ano de plantio (Agosto-Setembro/2022), os 10 melhores materiais serão avaliados, comparativamente quanto à produção, em quatro condições edafoclimáticas distintas (Pindorama, Campinas, Monte Alegre do Sul e Pindamonhangaba) em SAF, dentro do intervalo de níveis de sombreamento que se mostrarem mais adequados ao cultivo. As características organolépticas dos materiais em processo de pré-melhoramento devem ser consideradas. Os melhores materiais recém coletados, tanto de áreas de cultivo quanto nativas, devem entrar em processos de avaliação (morfoagronômicas, fitoquímicas, etc.), visando ampliar a diversidade disponível. Os solos das áreas de cultivo serão monitorados quanto à fertilidade química, atividade microbiológica, floculação da argila e retenção de água. A pleno sol o cultivo será realizado em leiras de 20-30 cm de altura, a cada 1 m e as plantas distanciadas por 40 cm entre si (2 x 2 m para o inhame-do-ar do ar e espécies medicinais). O plantio no SAF será no sistema de faixas (alley cropping), tendo havido o pré-cultivo de crotalária juncea ou espectabilis, para prevenir o ataque por nematoides. Não haverá tutoramento exclusivamente para os acessos de D. alata. Para possibilitar duas fases de plantio (agosto-setembro/2021-22) e três de colheita (junho-agosto/21-22, maio/23), deve ser iniciado em junho/2021, finalizando-se em maio/2023. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)