Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção e caracterização molecular das espécies e variantes genéticas de Eimeria em criações extensivas, semi-intensivas e intensivas de galinhas de corte e postura nas regiões oeste do estado de Santa Catarina e noroeste do estado de São Paulo

Resumo

A coccidiose, enfermidade causada por protozoários do gênero Eimeria, é uma das enfermidades de maior importância econômica para a indústria avícola. Sete espécies de Eimeria infectam a galinha doméstica (E. acervulina, E. praecox, E. mitis, E. maxima, E. necatrix, E. brunetti e E. tenella). Além disso, recentemente foram detectadas três variantes genéticas, denominadas como unidades taxonômicas operacionais (OTUs x, y e z) em diversos países. Essas variantes podem representar novas espécies de Eimeria e são antigenicamente distintas das sete espécies já classificadas. A infecção por Eimeria apresenta alta prevalência em criações industriais de aves e é pouco provável que um lote de aves criadas sob forma intensiva não apresente infecção por pelo menos uma espécie de Eimeria. Há poucos estudos relacionados à epidemiologia da eimeriose em aves de produção industrial no Brasil e em nenhum trabalho realizado em território nacional foi pesquisada a presença de variantes genéticas. Portanto, este trabalho tem como objetivos determinar a frequência de ocorrência (estudo 1) e a prevalência (estudo 2) da infecção por Eimeria spp., das unidades taxonômicas operacionais x, y e z e de novas variantes genéticas de Eimeria em aves corte e de postura em criações extensivas, semi-intensivas e extensivas nas regiões oeste do estado de Santa Catarina e noroeste do estado de São Paulo, e analisar a diversidade genotípica de Eimeria spp. Serão realizados dois estudos: no primeiro, será realizada a análise de amostras de DNA por PCR gênero-específica (gene ITS1) e por nested PCR gênero-específica (gene 18S rRNA) seguida de sequenciamento genético de nova geração; as amostras são provenientes de aves de corte e postura, de criações extensivas, intensivas e semi-intensivas localizadas no estado de São Paulo. No segundo experimento, serão colhidas amostras fecais em núcleos comerciais de frangos de corte na região oeste do estado de Santa Catarina e na região oeste do estado de São Paulo. As amostras serão submetidas à purificação e concentração de oocistos por centrífugo-flutuação em solução de Sheather. Os sedimentos resultantes da purificação de cada um dos cinco pools serão submetidos à pesquisa de oocistos de Eimeria spp. por microscopia. Todos os sedimentos serão submetidos à extração de DNA genômico e as amostras negativas pela microscopia serão submetidas à PCR gênero-específica (gene ITS1). Todas as amostras positivas pela microscopia ou pela PCR gênero-específica serão submetidas à nested-PCR gênero-específica (gene 18S rRNA) seguida de sequenciamento genético de nova geração. Os dados serão tabulados e analisados para determinação da frequência de ocorrência (estudo 1) e da prevalência (estudo 2), considerando o intervalo de confiança de 95% (estudo 2), e da diversidade genética das espécies e variantes genéticas de Eimeria spp. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)