Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do perfil metabólico e biodiversidade de Aspergillus spp. e Penicillium ssp. isolados de queijo canastra

Processo: 21/07937-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2022 - 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Marta Hiromi Taniwaki
Beneficiário:Marta Hiromi Taniwaki
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Beatriz Thie Iamanaka ; Fabiana Aparecida Couto ; Gustavo Augusto Lacorte ; Jens Christian Frisvad ; Maria Helena Pelegrinelli Fungaro ; Uelinton Manoel Pinto
Bolsa(s) vinculada(s):22/11825-0 - Identificação molecular de fungos isolados do queijo Minas artesanal, BP.TT
Assunto(s):Microbiologia de alimentos  Micologia de alimentos  Fungos  Aspergillus  Penicillium  Queijo canastra  Metabólitos  Micotoxinas 

Resumo

O Brasil é o quarto maior produtor de queijos do mundo, sendo o estado de Minas Gerais, onde está localizada a Serra da Canastra, uma das principais regiões de produção de queijo artesanal do país. O Queijo Canastra é manufaturado sem tratamento térmico do leite, o que o torna um produto sujeito à contaminação por micro-organismos, incluindo os fungos. A maioria dos estudos dedicados à caracterização da microbiota de queijos artesanais tem focado seus esforços na investigação de bactérias, e a importância da micobiota tem sido minorada, até o presente momento. Aspergillus spp. e Penicillium spp. são gêneros de grande importância em alimentos, são fungos deteriorantes e abrigam espécies potencialmente toxigênicas. Há alguns relatos da ocorrência desses grupos fúngicos em queijos artesanais, no entanto, uma investigação mais aprofundada, com base em dados moleculares, ainda se faz necessária para a caracterização da biodiversidade fúngica do Queijo Canastra. Além disso, há poucos trabalhos que investigaram a ocorrência de micotoxinas em Queijo Canastra, junto com a sua micobiota. Desta forma, o presente projeto tem como objetivos: 1) identificar a micobiota presente nos queijos da região da Canastra durante a maturação, estocagem e comércio, além dos comércios da cidade de São Paulo; 2) caracterizar filogeneticamente a biodiversidade de Aspergillus spp. e Penicillium spp. e prospectar a ocorrência de espécies toxigênicas nos queijos Canastra; 3) prospectar o perfil de metabólitos secundários de Aspergillus spp. e Penicillium spp. isolados do queijo Canastra; 4) investigar a ocorrência de ocratoxina A e aflatoxina M1 em amostras de queijo Canastra e no leite usado como matéria-prima. De modo geral, o estudo terá um enfoque na micobiota de queijos Canastra e propiciará de maneira inédita o reconhecimento da biodiversidade e do perfil metabólico das populações fúngicas desse alimento, com base em abordagens modernas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)