Busca avançada
Ano de início
Entree

Contexto, estruturação e agência em ecossistemas empreendedores locais na transição para a Quarta Revolução Industrial: um estudo comparativo entre tipos de empreendedores no Brasil e nos EUA

Resumo

Muito embora ênfase crescente no estudo de relações entre empreendedorismo e contexto social registram-se ainda número reduzido de pesquisas direcionadas a maior compreensão das formas pelas quais empreendedores locais reagem e moldam as comunidades em que se inserem. Igualmente, praticamente não se observam estudos voltados a investigar modos pelos quais tais empreendedores participam da vida política de suas comunidades, especialmente no Brasil. Diante de tais lacunas, a presente proposta visa expandir nossos estudos sobre tipos de empreendedores e desenvolvimento comunitário incorporando à análise dinâmicas contemporâneas de reconversão de funções econômicas de cidades orientadas pela transição em curso para quarta revolução industrial - ou economia digital -, catalisadas pela pandemia de Covid-19. Se nossos estudos anteriores sugerem que diferenças no contexto da comunidade favorecem o surgimento de tipos distintos de empreendedores, os quais, por sua vez, afetam de modos diferentes seu desenvolvimento, seus resultados sugerem, também, que esses distintos tipos apresentam diferenciadas estratégias de negócios, assim como favorecem abordagens particulares ao desenvolvimento econômico e social da comunidade. Além disso, salientam que o grau de motivação política e o envolvimento dos diferentes tipos de empreendedores variam significativamente entre si. No entanto, tais estudos não examinam detalhes quanto aos modos de envolvimento político e coletivo. Ao se propor estender a pesquisa envolvendo as cidades de Lafayette, no estado sulista norte-americano da Louisiana, e Nova Lima, no Brasil - as quais veem empreendendo ampla gama de iniciativas direcionadas à reconversão de suas funções econômicas do extrativismo mineral para a quarta revolução industrial ou economia digital, assim como apresentam características urbanas similares (cidades espraiadas, forte presença de condomínios fechados e de dispositivos outros de segregação socioespaciais) -, busca-se melhor apreender os modos de estruturação e agência mobilizados por seus diferentes tipos de empreendedores. Como resultados espera-se maior percepção prática e teórica do papel que os empreendedores podem desempenhar no desenvolvimento e revitalização de suas comunidades, notadamente em contextos de intensa mudança e inovação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)