Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de fontes de nutrientes variadas e resíduos agroindustriais na produção de celulose bacteriana para aplicação tópica como suporte de liberação sustentada de (metalo) fármacos antibacterianos e antitumorais

Processo: 21/07458-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2022 - 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Wilton Rogério Lustri
Beneficiário:Wilton Rogério Lustri
Instituição-sede: Universidade de Araraquara (UNIARA). Associação São Bento de Ensino. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriano Marques Gonçalves ; Cristiano Gallina Moreira ; Flávia Aparecida Resende Nogueira ; Hernane da Silva Barud ; Pedro Paulo Corbi
Assunto(s):Biologia molecular  Metalofármacos  Anti-infecciosos  Antibacterianos  Antineoplásicos  Liberação controlada de fármacos  Celulose bacteriana  Bioeconomia circular 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antibacterianos | Antitumorais | Bioeconomia circular | Celulose bacteriana | liberação sustentada de fármacos | Química medicinal, Microbiologia e Biologia molecular

Resumo

As infecções de pele e tecidos moles (IPTM) e infecções de ferimento cirúrgico (IFC) constituem uma das principais causa de morbidade em todo o mundo, envolvendo uma grande diversidade de agentes etiológicos e mecanismos patogenéticos múltiplos, podendo ainda sermono ou polimicrobianas. Além disso, a pele é um órgão propenso ao desenvolvimento de câncer, como o melanoma, uma forma agressiva relativamente comum, que pode evoluir paraestágio metastático e apresentar-se suscetível a infecções, mono ou polimicrobianas, que podem agravar a complexidade da carcinogênese e aumentar a mortalidade do paciente. Pesquisas recentes sobre o desenvolvimento de sistemas de liberação de fármacos antibacterianos e antitumorais, particularmente poliméricos, evidenciam a importância do estudo nesta área. Esta pesquisa tem como desafios a busca de novos metalofármacos com atividade antibacteriana, inibitória de ²-lactamases, para associação com antibióticos ²-lactâmico, e com atividade antitumoral, para incorporação em membranas de celulose bacteriana (CB), produzidas a partir de fontes de nutrientes diversificadas, incluindo resíduos agroindustriais, aplicando a bioeconomia circular, visando o desenvolvimento de suportes para liberação sustentada desses metalofármacos incorporados em membranas CB, submetidas a modificações químicas, e a realização de estudos biológicos in vitro, para determinação das propriedades antibacteriana e inibitória de ²-lactamases, citotóxica e antiproliferativa, bem como estudos de possíveis mecanismos moleculares de ação, in vitro e por docking molecular, e testes de avaliação de potencial mutagênico e permeação cutânea em células de Franz para análise de segurança, visando aumentar o arsenal terapêutico no tratamento tópico de IPTM, IFC e câncer de pele, que atualmente é escasso. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)